Vitória Strada sobre Kyra com Alan ou Rafael: “Mega dividida, não sou capaz de opinar”

Atriz fala da expectativa com nova fase da trama e do carinho das crianças com personagem


  • 24 de março de 2020
Foto: Globo/Victor Pollak


Depois de duas protagonistas na linha mocinha, romântica e sofrida, em Tempo de Amar e Espelho da Vida, Vitória Strada sobe mais um patamar na carreira. Na pele da estabanada e divertida Kyra, a atriz passeia confortável pela comédia, parecendo até que faz o gênero há muito tempo. “É a oportunidade de mostrar uma outra vertente minha”, diz. E entre o público, Kyra/Cleyde conquistou em cheio também as crianças. “Amo essa identificação, ela tem uma criança viva dentro dela”, avalia.

Com o fim da primeira temporada, a novela ficará fora do ar enquanto durar as medidas de quarentena contra o Covid-19. Uma edição especial de Totalmente Demais será exibida na mesma faixa a partir do dia 30. E para Vitória, a segunda temporada virá com mais reviravoltas e e muita emoção. Mas somente em uma questão, quando é perguntada sobre qual par romântico - Rafael (Bruno Ferrari) ou Alan (Thiago Fragoso) - prefere para Kyra, a atriz desconversa: “Não sou capaz de opinar”, brinca.

Como você avalia essa primeira fase da trama? Foi intensa, com muitas reviravoltas e apresentamos bem os dilemas das protagonistas. O público abraçou essas três mulheres, suas diferenças e também essa união entre elas. Temos uma história recheada de humor, suspense e amor.

O que essa novela representa para você, na sua carreira? Estou muito feliz com esse trabalho. Kyra é minha terceira protagonista seguida na Globo. Fiz duas mocinhas bem tradicionais, mais sofridas, e agora veio a Kyra que é estabanada, elétrica e cheia de humor. Ela está me dando a oportunidade de mostrar uma outra vertente minha. E estou amando fazer esse trabalho.

Como tem sido a reação dos fãs com este trabalho? Sinto que o público embarcou na nossa história, que eles estão vibrando junto e torcendo pelas três. Todos querem saber como será quando descobrirem que elas estão vivas... E eu adoro interagir com eles. Isso é o grande barato de fazer TV. Temos esse alcance enorme e entramos mesmo na vida e na casa das pessoas.

Nas redes sociais, a torcida é bem dividida entre os casais Kyra e Alan e Kyra e Rafael. Você arriscaria um palpite?
Somente o Daniel (Ortiz) pode falar sobre o que ele reserva para a Kyra. Mas, para ser bem sincera, eu estou mega dividida também. Não sou capaz de opinar (risos). Amo contracenar com o Bruno e o Thiago. São dois grandes parceiros.

Kyra/Cleyde tem uma identificação muito forte com a criançada. Como é receber essa resposta do público infantil? Amo essa identificação das crianças com a Kyra. E acho que tem tudo a ver. Existe também uma inocência nela. Kyra tem uma criança viva dentro dela. E amo quando as crianças falam comigo. É uma personagem bem especial.

Qual é a sua expectativa para a próxima fase de Salve-se Quem Puder? Temos ainda muita história para contar. Várias tramas para desenrolar ainda nesse novelo. Temos os bandidos atrás das três, a família que não sabe que elas estão vivas, os amores do passado e do presente. A próxima temporada promete muitas emoções.

Nina Frosi, a Gabi: “Não é má, ela se apaixonou por Juan depois da morte de Luna”

José Condessa, o Juan: “Ele vai atrás do amor que tem pela Luna até o final”



Veja Também