Verão 90: Após prisão, João tem embate forte com Jerônimo

Radialista acusa “irmão sem carisma” de invejá-lo e querer acabar com sua vida


  • 19 de fevereiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Após a ajuda de Raimundo (Flávio Tolezani), que conseguiu uma advogada criminalista para defender João (Rafael Vitti), o jovem consegue deixar a prisão.

Mas as coisas não estão fáceis para ele, até porque Mercedes (Totia Meireles) armou junto com Jerônimo (Jesuíta Barbosa) de colocar o mesmo tipo sanguíneo de João em uma das provas do crime.

Mesmo assim, a primeira coisa que João faz é confrontar Jerônimo, o responsável por colocá-lo nessa situação terrível.

Essa sequência irá ao ar no dia 27 de fevereiro.

Verão 90: Raimundo cada vez mais próximo de Janaína

Verão 90: Diego toma uma atitude corajosa e emociona os pais

JERÔNIMO DEBOCHA DE JOÃO: “O RÉU AQUI É VOCÊ, CARA. EU NÃO TENHO QUE FALAR, NEM PROVAR NADA! VOCÊ QUE TÁ SENDO ACUSADO, EU SOU O IRMÃO “DO BEM””

João descobre o hotel em que Jerônimo está hospedado, vai até lá, e aproveita uma distração do recepcionista. Quando Jerônimo abre a porta, pensando ser outra pessoa, fica apavorado ao ver o radialista na sua frente. “Agora é com a gente, maninho!”, fala João, furioso, que força a entrada. O vilão fica tenso. “Vai embora, ou eu chamo a segurança...”, diz.

Mas João já o empurrou para dentro do quarto. “Não vai chamar, ninguém! Agora você vai me ouvir!”, avisa ele, encarando o irmão mais velho. Nisso, o covarde Jerônimo tenta ir até o telefone, mas João se coloca na frente dele. “Cê tá no erro, João. Você tá sendo acusado de um crime”, fala Jerônimo. Mas João pergunta na lata. “Foi você que matou aquela garota, Jerônimo?”. “Eu nem conhecia ela...”, diz o vilão, tranquilo.

“Se não foi você, cê tá acobertando alguém! Fala a verdade!”, pede João. “Eu não vou falar nada! O réu aqui é você, cara. Eu não tenho que falar, nem que provar nada! Você que tá sendo acusado, eu sou o irmão “do bem”. Um cara respeitado, da diretoria da Play Tv! Tá doendo me ver por cima, né?”, debocha ele.

“O recalcado aqui não sou eu, Jerônimo. Você sabe muito bem que mentiu no seu depoimento!... Cara, você sabe que eu sou inocente”, diz João, tentando convencer o irmão a ajudá-lo. “Eu não sei de nada, eu fui embora da festa”, afirma o mau-caráter. “Jerônimo, eu posso ser preso!”, brada João. “Fala que foi um acidente e você escapa dessa sem nem ir pra cadeia. Agora se continuar jurando que é inocente... Vai acabar se dando mal”, avisa o vilão.

Verão 90: Jerônimo humilha Vanessa após ter sido enganado

Verão 90: João arrasado ao ver que Manu tem dúvida de sua inocência

JOÃO A JERÔNIMO: “QUERIA TER ÓDIO DE VOCÊ, MAS NEM ISSO CONSIGO. VOCÊ É UM COITADO... MESMO AGORA, COMO É QUE TÃO TE CHAMANDO? O IRMÃO SEM CARISMA”

João se irrita. “Eu nem cheguei perto da Nicole!”, afirma ele. “João, se você veio até aqui tentando arrancar alguma coisa de mim, desiste... Eu não sei de nada”, fala o mentiroso. “Foi isso que você sempre quis, né? Acabar comigo”, constata João. “O mundo não gira em torno de você!”, responde Jerônimo. “Eu queria ter ódio de você, mas nem isso eu consigo. Você é um coitado que nunca teve luz própria. Mesmo agora, como é que tão te chamando no jornal? O irmão sem carisma”, fala João, na lata.

Jerônimo ouve aquilo tudo, sonso, tranquilo. “Melhor do que ser o irmão assassino”, fala irônico. “Eu sei que não sou assassino e vou provar. Já você pode tar nesse hotelzão de luxo, pode até mudar de nome. Como é o apelido que cê inventou? Rojê, né? Que mané! Pode inventar a mentira que for, você nunca vai deixar de ser um nada”, acusa João.

“Essa é a deixa pra eu chamar a segurança, pra eu começar a gritar?”, fala o cínico Jerônimo. “Essa história não vai terminar assim”, avisa João. Ele vai saindo, mas de repente volta, e acerta um soco em Jerônimo. Aí vai embora. O vilão leva a mão a boca, vai até o espelho, comtempla o rosto machucado e balança a cabeça, sem paciência.

E pega o telefone calmamente. “Recepção? Acabei de ser agredido dentro do meu quarto! Que porcaria de hotel é esse? Quero deixar isso registrado, me chama o gerente!”, fala ele, encenando estar bravo.



Veja Também