Totalmente Demais: Germano revela à Eliza que é o seu pai

Em cena carregada de emoção, jovem fica receosa, mas muito mexida com a notícia


  • 26 de julho de 2020
Foto: Reprodução Globo


A mais esperada revelação de Totalmente Demais acontece em algumas semanas. Eliza (Marina Ruy Barbosa) é presa após uma armação de Dino (Paulo Rocha) e do delegado Peçanha (Rodrigo Rangel). Ao saber do ocorrido, Germano (Humberto Martins) corre para a delegacia com Zé Pedro (Hélio De La Penã). O delegado avisa que só o advogado ou algum familiar pode falar com ela. Eliza, então, é avisada que um parente está lá para vê-la. Ao chegar na sala, a jovem se surpreende ao dar de cara com Germano. E diz estar com vergonha de que ele a veja naquela situação. A moça jura que é inocente. “Se você é inocente, nós vamos conseguir provar”, garante o empresário.

Nesse momento, muito mexido, ele diz que quer conversar com ela. Germano pega a mão de Eliza. A modela chora, dizendo saber o que ele quer falar. “Eu sei que a minha prisão pode prejudicar muito a imagem da Bastille. Me desculpa”, diz ela. Ele pede a ela para esquecer a empresa. “Eu vim aqui por você”, diz. “Não tem como esquecer, ainda mais com o senhora aqui na minha frente”, fala. Nessa hora, ele toma coragem e faz a grande revelação. “Eliza, presta a atenção no que eu vou te dizer... Quem está aqui na sua frente, conversando com você agora, não é o presidente da Bastille, é o seu pai”. Eliza fica sem ação, paralisada.

Logo ela levanta, desorientada e diz que não, que ele não é o pai dela, que o pai dela se chamava Francisco de Assis, e que a mãe contou que ele era caminhoneiro e morreu quando ela era criança. Germano afirma que Gilda mentiu, que ela não queria contar a uma criança que o pai era um homem casado. Eliza caminha de um lado para o outro, chora. “Não, não, isso não é verdade”, fala ela. O empresário pergunta se ela tem alguma foto do pai. Ela diz que não, ele faz várias perguntas que ela não sabe responder. Ela quer saber de onde ele conhece Gilda. “Sua mãe foi babá dos meus filhos, nós éramos muito jovens, a minha mulher estava numa crise de depressão e aconteceu”, conta.

GERMANO À ELIZA: “QUERO TE AJUDAR EM TUDO, QUERO SER SEU PAI. POSSO TE CHAMAR DE FILHA? POR FAVOR?”

Eliza se aproxima dele, chorando. “Se você sabia que tinha uma filha, porque você nunca quis me ver”, questiona. Ele conta que nunca soube que ela existia. “Nunca, eu juro. A Gilda, eu acho que quando ela descobriu que estava grávida, pediu as contas e foi embora. Ela nunca mais aparece”, fala. E ele conta que começou a desconfiar quando ela lhe mostrou uma foto de Gilda. “Eu fiz as contas e achei que você poderia ser minha filha”, diz. Ele diz ainda que procurou Gilda e ela negou. “O senhora pode provar que é meu pai?”, quer saber ela. “Posso”, garante ele. Germano conta que fez um exame de DNA com um copo que ela usou e Carolina (Juliana Paes) pegou.

Eliza diz que não fez exame nenhum e pede para ver. “Não está comigo agora”, fala. “O senhor pode estar mentindo, inventando tudo isso”, diz. O empresário alega que não teria motivo para isso. E pede para ela perguntar à Gilda quem lhe deu o colar que ela tanto adora. Eliza lembra que a mãe já lhe falou que foi o pai que deu a ela a joia. “Ela disse que foi meu pai que deu”, afirma a jovem. “É verdade, fui eu quem deu o colar”, diz. Ela se emociona. E conta que durante muitos anos pensou que o pai iria voltar para livrar ela daquele monstro do Dino. “Mas ele nunca voltou”, afirma ela. “Se eu soubesse que você era minha filha, nada disse teria acontecido. Eu teria te protegido daquele canalha”, garante ele.

A jovem lembra que passou por maus bocados para conseguir realizar o sonho de ser modelo e agora é presa. “Você vai sair daqui muito rápido, eu te prometo. Como a vida é cheia de ironias. Eu patrocinei um concurso para homenagear uma filha que eu perdi tragicamente e este mesmo concurso coloca uma outra filha diante de mim, eu não vou desperdiçar essa chance que o destino está me dando”, afirma ele, emocionado. Eliza chora. “A minha vida inteira, eu nunca tive um pai para me ajudar”, fala. Germano fala que não pode apagar o passado. “Eliza, mas eu quero te ajudar agora, quero dar tudo o que você precisar, te ajudar em tudo. Eu quero ser seu pai. Posso te chamar de filha? Por favor?”, pede.

Ela fica mexida, mas meio receosa ainda. Nisso a porta abre com o advogado. “Licença, eu preciso falar com a minha cliente”, diz Zé Pedro. “Claro, fala com ela o que for necessário”, diz Germano, que logo encara o advogado. “Mas não esqueça, eu quero a Eliza fora dessa cadeia hoje ainda”, afirma. Zé Pedro garante que fará o possível. “É pouco, faça o impossível”, ordena Germano, que sai. Eliza vira e olha para o pai, que também a encara, comovido.

Totalmente Demais: Germano humilha Carolina após descobrir traição

Totalmente Demais: Lili esbofeteia Carolina após revelação de que Germano é pai de Eliza

 

 



Veja Também