Segundo Sol: O emocionante encontro de Luzia com Valentim

Reticente no início, jovem mostra-se afetuoso com mãe biológica


  • 23 de setembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Um dos momentos mais aguardados de Segundo Sol, o encontro de Luzia (Giovanna Antonelli) com seu filho roubado ainda bebê, Valentim (Danilo Mesquita), vai acontecer no capítulo 138, com previsão de ir ao ar em 20 de outubro. A DJ descobrirá toda a história através de Ícaro (Chay Suede).

Depois que faz a revelação a Beto (Emílio Dantas), a grande preocupação deles é com a reação de Valentim. E é Rosa (Letícia Colin) quem conta tudo a ele. O jovem fica revoltado, despreza Karola (Deborah Secco), mas também não quer saber de Luzia, num primeiro momento.

Até que certo dia, Beto insiste. “Luzia tá ansiosa por lhe ver”, diz ele. “Não é do dia pra noite que vou me acostumar com isso tudo, que vou conseguir enxergar Luzia como mãe”, pondera Valentim. “Nem ela espera isso de você”, diz Beto. “Mas eu quero ver ela sim, sinto que preciso disso”, afirma o jovem.

Segundo Sol: Emoção de Luzia ao ver resultado de DNA de bebê

Segundo Sol: Beto e Luzia se reconciliam e tem noite de amor

VALENTIM PARA LUZIA: “DESCULPA NÃO CORRER E LHE ABRAÇAR. ISSO QUE KAROLA FEZ FOI, SEI LÁ, CRUEL É POUCO, MAS NÃO POSSO MENTIR, NÃO LHE VEJO AINDA COMO MÃE”

Escondida no casarão, Luzia está muito ansiosa com o encontro. “Eles chegaram, você vai descer?”, pergunta Ícaro. “Melhor aqui, é mais seguro”, diz ela. Trêmula e emocionada, ela vê a porta se abrir, e Valentim entra. Diante do filho, a DJ tenta conter as lágrimas, e o jovem fica ali, retraído.

Luzia, então, corta o silêncio. “Que bom que você veio, Valentim. Eu queria tanto lhe ver, falar com você”, diz. “Eu também. Fiquei pensando muito no que eu ia te dizer, mas agora que eu estou aqui, parece que esqueci tudo”, fala o jovem. “Fica tranquilo. Pra mim também não é fácil esse momento. Difícil imaginar alguém que tenha vivido isso que a gente está vivendo agora. Conhecer seu filho, já homem…”, diz ela.

Aos poucos, Valentim vai se emocionando. “Desculpa eu não correr e lhe abraçar, lhe chamar de mãe, dizer coisas bonitas. Estou muito triste, é como se eu tivesse perdido minha mãe. Isso que Karola fez foi, sei lá, cruel é pouco, mas não posso mentir, não lhe vejo ainda como mãe, não consigo pensar nela como se não pensasse em minha mãe, é tudo muito misturado, ver que minha vida foi uma mentira”, avalia ele.

Nesse momento, Luzia estende a mão para o filho. “Venha cá, sente aqui comigo. Não precisa ser como sua mãe, mas como sua amiga”, diz ela, carinhosa. Sofrendo, ele se deixa conduzir. “Eu não sei como vai ser daqui pra frente, ninguém sabe o futuro. Mas fiquei pensando em quando lhe conheci, aquele dia no meu camarim, ainda como Ariella, eu senti uma conexão sem explicação com você”, lembra ela. “Eu também senti, a gente se deu bem de cara né”, concorda ele.

E ela continua falando dessa ligação inexplicável. “Era isso, você veio aqui de dentro, você é uma parte de mim, e eu acredito que de alguma maneira a gente se reconheceu... Eu sei que amor é uma coisa que se constrói com o tempo, mesmo o amor de mãe e filho, eu não vou forçar a barra... vou respeitar seu tempo... Mas eu sei que a gente pode construir essa relação. Quero que saiba que eu já amo você, igual amo Ícaro, igual amo Manu, porque esse amor sempre teve dentro de mim, desde que eu engravidei de seu pai, porque esse tipo de amor não morre nunca”, fala ela.

LUZIA PARA VALENTIM: “VOCÊ É O MENINO MAIS DOCE, ADORÁVEL, ÍNTEGRO, LINDO QUE UMA MÃE PODERIA SONHAR EM TER"

Durante a conversa, Valentim pede desculpas por ter sido injusto com ela, ter sentido tanta raiva. Ela diz que não tem o que desculpar, e que ele foi um presente que a vida lhe deu. “... Você é o menino mais doce, mais adorável, mais íntegro, mais lindo que uma mãe poderia sonhar em ter. E apesar de tudo que aconteceu, de tudo que a gente está passando, eu só consigo agradecer por você existir, e ser o meu filho”, fala ela.

Valentim chora, emocionado. Luzia se aproxima, o acaricia, e limpa as lágrimas do rosto dele. “Eu só quero, um dia, poder ser uma boa mãe pra você, lhe ver feliz, ter você junto de mim, meu amor”, ressalta a DJ. E o rapaz a abraça, chorando muito. E os dois ficam ali, juntos, com a emoção do momento.

Na sala do casarão, Beto, Ícaro e Manu (Luisa Arraes) estão apreensivos. “Só espero que esteja tudo bem lá em cima com Valentim e Luzia”, fala o músico. “Por quê? Você acha que ele pode se revoltar, sei lá, brigar com ela, ser agressivo?”, quer saber Ícaro. “Oxi, não, Ícaro, de jeito nenhum, uma coisa que Tim-tim não é, é agressivo”, ressalta Beto

E Ícaro já solta uma piadinha. “Esqueci que ele é o todo perfeitinho”, fala o jovem. “Que isso, pirata, ciúmes, é?”, fala Manu. “E se fosse, eu não posso sentir ciúmes, não? Sempre fui o único filho homem, e pior, o problemático!”, diz. “Me diga que isso não é sério, Ícaro, pelo amor de Deus”, fala Beto. “É não, estou feliz por minha mãe, por você, de verdade mesmo”, garante o jovem.

O papo entre o trio ainda dura um tempo. Depois eles resolvem ir para a cozinha preparar uma comida. Estão ali, se divertindo, quando surgem Luzia e Valentim. “Boa coisa vocês não estão aprontando aí, não acha, Valentim?”, pergunta a DJ. Beto olha os dois e sorri. “Esperei tanto por esse momento, a família Batista e Falcão junta, se eu não sou a pessoa mais sortuda do mundo, não sei quem é!”, diz ele.

E Luzia se adianta. “Sou eu, pode ter certeza! A mais sortuda, e a mais feliz! Estou tão emocionada de ver nós cinco juntos, essas crianças mais lindas do mundo, que são a minha vida, o homem que eu amo. A minha família, enfim reunida!”, fala ela, emocionada. 



Veja Também