Salve-se Quem Puder: Téo confronta Helena sobre qual o problema dela com Luna/Fiona

Diretor afirma não entender atitude estranha da mãe


  • 21 de fevereiro de 2020
Foto: Montagem


Téo (Felipe Simas) está cada vez mais encantado com Luna/Fiona (Juliana Paiva), principalmente após a primeira sessão de fisioterapia com ela.

O que o diretor não entende é a implicância velada da mãe, Helena (Flávia Alessandra), com a jovem. Irritado, ele coloca a empresária contra a parede.

Essa sequência deve ser exibida no dia 26 de fevereiro.

HELENA SOBRE FIONA: “PRIMEIRA VEZ QUE VEM AQUI EM CASA PRA PRESTAR UM SERVIÇO E FICA VASCULHANDO MEUS LIVROS”

Helena conta para Úrsula (Aline Dias) que flagrou Luna em sua casa mexendo nos livros. Nisso, Téo chega no meio da conversa. “Téo, cê escutou o que sua mãe disse sobre essa Fiona?”, pergunta a jovem. “Escutei, Úrsula. Não foi o meu ouvido que se machucou no furacão”, responde ele, meio sem paciência.

A assistente pede para ele falar algo sobre o ocorrido. “A sua mãe entra em casa e pega essa estranha mexendo nas coisas dela e cê acha isso normal?”, quer saber. Helena está irritada. “Primeira vez que vem aqui em casa pra prestar um serviço e fica vasculhando meus livros!”, diz. Téo é irônico. “Nossa, que criminosa... Mexer em livros dá o quê? Prisão perpétua?”, questiona ele.

O jovem continua falando, indignado com a desconfiança da mãe e da namorada. “Tão falando como se a Fiona tivesse revirado a casa. Roubado alguma coisa. Ela chegou cedo, eu tava no banho. Teve que esperar na sala, normal que tenha observado os objetos. Ficou curiosa com um livro, qual é o problema? Cês implicam demais com a Fiona!”, reclama ele.

Salve-se Quem Puder: Luna confessa que está sentindo algo por Téo: “Foi forte”

Salve-se Quem Puder: Bia e Tarantino cada vez mais apaixonados

TÉO CONFRONTA HELENA: “QUAL O SEU PROBLEMA COM A FIONA? TEM PARADA ESTRANHA NESSA PERSEGUIÇÃO. POR QUE CÊ FICA ASSIM QUANDO TÁ PERTO DELA?”

Helena diz que não é implicância. “Ah, não sei!”, fala. Nisso, Téo se irrita com a mãe. “Como não sabe? A Úrsula eu sei que é ciúme... Mas e você, mãe, qual o seu problema com a Fiona, na real? Só ciúme não pode ser, tem alguma parada estranha nessa perseguição. Fala.. Por que cê fica assim quando cê tá perto da Fiona?”, quer saber ele.

A empresária fica acuada e angustiada, porque nem ela sabe a resposta. “Tô esperando, mãe... Só quero entender por que essa agressividade toda com a Fiona”, insiste ele. “Não é ciúme, Téo. É que... Eu já disse... É tudo muito estranho. Um dia essa garota aparece no Empório e causa um acidente. No outro, já tá trabalhando na cantina do Baggio. E agora já tá dentro de casa cuidando de você. É como se ela...”, fala.

Mas Téo a interrompe. “Como se a Fiona tivesse armado um plano pra seinfiltrar na nossa família, é isso? Ah, por favor! Uma pessoa tão inteligente como você, imaginando um absurdo desses!”, afirma ele. “Só sei que a presença dessa garota me incomoda... Essa é a verdade, quê que eu posso fazer?”, diz ela. “Isso é seu instinto falando, e eu confio nele também. Essa Fiona é uma oportunista!”, afirma Úrsula.

Téo já quase sem paciência. “Cês tão enganadas! A Fiona é uma garota boa, generosa, sem nenhuma malícia...”, diz. Úrsula fica passada. “Incrível como cê já conhece tão bem a Fiona em tão pouco tempo pra enumerar todas as qualidades dela!”, diz. Téo pega as muletas e sai. “Chega desse papo, pra mim já deu. A Fiona vai continuar sendo minha fisioterapeuta, gostem as duas ou não”, avisa ele.

Salve-se Quem Puder: Téo emociona Luna ao narrar como salvou uma menina no furacão

Salve-se Quem Puder: Kyra se entende com as crianças e Alan fica encantado



Veja Também