O Tempo Não Para: Samuca se comove com Marocas na “bolha”

Cumplicidade e amor do casal, com mão sobre mão, separados por um vidro


  • 25 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Os próximos momentos do casal #Samurocas serão de muita emoção, cumplicidade e dor.

Assim que chega à Criotec com a Dra. Petra (Eva Wilma), Marocas (Juliana Paiva) é levada para uma bolha. Dom Sabino (Edson Celulari) e Samuca (Nicolas Prattes) invadem o local e se comovem.

Essa sequência irá ao ar neste sábado, dia 26 de janeiro.

O Tempo Não Para: Marocas se sacrifica para dor de seus amores

O Tempo Não Para: Agustina diz a Sabino que Carmen é “admirável”

MAROCAS SE SURPREENDE COM BOLHA DECORADA COMO SE FOSSE 1886: “COMO PODE? É UMA RÉPLICA PERFEITA DO MEU QUARTO”

Assim que se depara com a “bolha”, Marocas surpreende-se. “Fique tranquila, querida... Você será muito bem tratada aqui. Preparamos algo muito especial para que você se sinta em casa”, diz Petra, enquanto a estilista olha fascinada o espaço pronto e mobiliado, como se fosse o quarto da jovem em 1886. “Como pode? É uma réplica perfeita do meu quarto...”, diz.

Nesse momento, Marocas é tomada pela nostalgia. “Está tudo tão perfeito. A cama, até o entalhe da cabeceira, o criado-mudo, o armário de roupas, o espelho!”, enumera ela. “Nós pesquisamos direitinho. Fomos a antiquários. Tudo para que você se sinta em casa...”, explica a cientista. Logo, a jovem passa por um processo de assepsia para entrar no local.

Já na entrada da Criotec, inicia-se uma pequena confusão. Dom Sabino, Samuca, Menelau (David Junior) e Cecílio (Maicon Rodrigues) avançam contra quatro soldados que fazem a segurança. “Não ousem nos deter!”, diz Sabino. “Nós vamos entrar!”, avisa Samuca. “E ai de quem se atravessar na nossa frente”, fala Menelau.

Diante da tamanha tensão, surgem Petra e seu assistente, Tales (Sérgio Menezes). Sabino e Samuca pedem para ver imediatamente Marocas. “Está bem, Samuel... Mas só você”, diz a cientista. “De jeito nenhum... Ela é minha filha”, fala Sabino. E logo permitem a entrada dos dois. Diante da “bolha”, Sabino surpreende-se. “Homessa! É o quarto de Marocas tal qual era em nossa Fazenda”, diz. “Parece um cenário de teatro...”, emenda Samua.

SAMUCA COMOVIDO AO VER MAROCAS DENTRO DA BOLHA: “AMOR DA MINHA VIDA”

Nesse momento, Marocas se volta para Samuca, já dentro da bolha, e usando sua velha roupa de época. “Marocas!”, fala o empresário. “Minha filha! Que bom que está bem”, emenda Sabino. “Meu pai... Samuel...”, diz ela. “E com esses trajes... Parece até que o tempo não passou...”, ressalta Sabino. 

Samuca se aproxima e toca a superfície de vidro da bolha. Marocas faz o mesmo. “Meu amor”, diz ela. “Amor da minha vida”, fala Samuca, emocionado. Nesse mesmo instante, Sabino recebe explicações de Petra. “A Marocas está contaminada por algo perigoso. Se o senhor quer preservar a vida da sua filha, esta é a melhor maneira”, afirma a médica.

Sabino diz não acreditar, mas logo lê os últimos exames entregues por Tales. “Marocas corre risco de vida, Dom Sabino! E só eu posso ajudá- la”, ressalta Petra. “Meu bom Deus...”, reage Sabino, mortificado. Já ali próximo, Marocas e Samuca, sempre tocando as mãos, mas separados pela superfície da bolha, trocam lindas declarações. “Não queria ver você presa aí dentro desse jeito...”, fala o empresário.

“A dra. Petra garantiu que logo poderei sair daqui...”, diz Marocas. “A vida perde o sentido sem você do meu lado, meu amor...”, ressalta ele. “Eu jamais me afastarei de você...”, promete ela. “Tô com tanto medo... Esse vírus dentro de você...”, fala Samuca. “Ao menos estou num ambiente seguro. Nada de ruim pode me acontecer. Fique tranquilo, meu amor... Logo tudo voltará ao normal”, assegura ela.

“É o que eu mais quero...”, diz o empresário. “Você e eu jamais vamos nos separar de novo...”, avisa ela.



Veja Também