O Tempo Não Para: Samuca “perdido” após deixar a Samvita

Marocas trata de incentivar o amado logo no café da manhã


  • 02 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Esse reta final de O Tempo Não Para não tem sido nada fácil para o casal #Samurocas.

Em seu primeiro dia longe da Samvita, o empresário, que trabalha desde novo, fica perdido. Cabe à Marocas dar-lhe um norte, antes de uma nova “bomba”. Essa sequência está prevista para ser exibida a partir desta quarta, dia 2 de janeiro.

O Tempo Não Para: A solidariedade de Samuca e Marocas

O Tempo Não Para: Marocas toma decisão no primeiro dia do ano

SAMUCA NO CAFÉ DA MANHÃ COM MAROCAS NA MANSÃO: “EU NEM SEI POR ONDE COMEÇAR... LITERALMENTE, TÔ MEIO PERDIDO...”

Marocas toma café da manhã com Samuca na mansão dos Sabino Machado. Mas o empresário parece aéreo, meio deslocado. “Prefere pão de sal ou brioche, meu amor?”, quer saber Marocas. “Eu nem sei por onde começar... Literalmente tô meio perdido...”, admite ele.

Marocas sorri, solidária ao amado. “É o efeito da mudança na rotina...”, diz ela. “Sim... Normalmente eu sairia daqui pra Samvita, agora nem sei o que fazer...”, ressalta ele. “Que tal partirmos daí? Vamos à biblioteca e estabelecemos um plano de ação...”, fala Marocas, bem prática.

Nesse momento, toca a campanhia, e um funcionário vai atender. “Ótima ideia... Não sei o que eu faria sem você, meu amor... Já falei que eu te amo hoje?”, declara-se Samuca. “Creio que ainda não, senhor meu esposo...”, diz ela. “Eu te amo, senhora minha esposa... deveras...”, assegura ele.

Nesse momento, um funcionário entrega um envelope ao empresário. Ele agradece, e abre. “Parece uma notificação... (Samuca lê e se espanta) Não acredito... Isso não pode tá acontecendo...”, diz ele, consternado.

Logo Marocas quer saber o que houve. “Eu tô sendo processado pela Samvita... A empresa que eu tirei da minha cabeça e que eu construí com a minha mãe, agora quer acabar comigo!”, conta ele, deixando Marocas espantada.



Veja Também