O Tempo Não Para: Samuca passa noite com Marocas diante da bolha

Petra faz experimento para injetar na jovem, que é trocado por vírus, e ela corre risco


  • 26 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


A reta final de O Tempo Não Para vai “matar do coração” os fãs de #Samurocas.

E o final do capítulo deste sábado, 26 de janeiro, será de muita emoção e angústia para o casal Marocas (Juliana Paiva) e Samuca (Nicolas Prattes).

O Tempo Não Para: Samuca se comove com Marocas na “bolha”

O Tempo Não Para: Marocas se sacrifica para dor de seus amores

SAMUCA DIANTE DA BOLHA NA CRIOTEC: “SÓ EM ESTAR PERTO DE VOCÊ, ME SINTO MELHOR... MAROCAS, EU NÃO CONFIO NESSAS PESSOAS”

Enquanto Marocas já está “aprisionada” na “bolha”, ela nem imagina que Lúcio (João Baldasserini) arma um plano para matá-la. A pedido dele, Herberto (Claudio Mendes) potencializa o vírus mortal roubado por Mateus (Raphael da Vianna) para ser injetado na estilista. Esse trabalho caberá ao enfermeiro recém-contratado por Petra (Eva Wilma), Pierre (Matheus Lisboa). Ele é namorado de Igor (Leo Bahia), assistente de Betina (Cleo).

Diante de Herbeto, Lúcio pergunta se o trabalho foi bem feito. “Com isso aqui dentro do corpo da Marocas, seja lá o que for que o vírus provoque, vai ser acelerado e a matará rapidamente”, afirma ele. “Passa já essa belezinha pra cá”, pede o vilão. Sem nem imaginar o que lhe aguarda, Marocas se emociona ao ver que Samuca não saiu um minuto do seu lado, mesmo sem poder tocá-la, já que estão separados por um vidro da bolha.

“Meu amor... Você deveria ir para casa, descansar, dormir”, diz ela. “Eu não vou sair daqui”, avisa ele. “Eu estou bem. E você ficará desconfortável”, fala ela. “Eu tô de boa... Só em estar perto de você, me sinto melhor. Marocas, honestamente eu não confio nessas pessoas”, diz ele, que vê Petra e Pierre trabalhando ali próximo. “Não temos outra alternativa, senão confiar. A dra. Petra não me fará nenhum mal”, imagina ela. “Não se eu puder evitar”, fala Samuca, alerta e desconfiado.

Já no outro dia, Petra conversa com o doutor Tales (Sérgio Menezes) sobre a situação de Marocas, e toma uma decisão, já que eles não conseguem avançar nas experiências. “Eu venho desenvolvendo um antiviral, mas que não foi testado ainda”, diz ela. “A senhora pretende injetar esse antiviral na Marocas, é isso?... As consequências podem ser fatais...”, diz ele. Mas ela afirma ser o único jeito, e que devem correr contra o tempo.

PIERRE TROCA ANTIVIRAL POR VÍRUS MORTAL PARA INJETAR EM MAROCAS; E LÚCIO DESCOBRE QUE NÃO FOI A JOVEM, MAS BETINA QUEM MATOU O SEU IRMÃO.

Nesse momento, no apartamento de Amadeu (Luiz Fernando Guimarães), Lúcio recebe o detetive que investiga a morte de seu irmão, Emílio (João Baldasserini). E o homem o entrega um pen drive. “Prepare-se, sr. Lúcio. O senhor terá uma surpresa”, informa ele. Lúcio imagina que só comprovará que foi Marocas a assassina. Mas para surpresa dele, quem aparece na imagem entrando na floricultura e lodo depois segurando o buquê, é Betina.

“A partir dessas imagens, sr. Lúcio, eu investiguei mais, e descobri que a cobra coral que matou o seu irmão foi conseguida pelo amigo da Betina, o Igor”, conta. O vilão fica contido, mas pensativo. No momento em que o detetivo sai, ele reage discreto, se sentindo enganado, traído. Mas nesse mesmo momento, todo o seu plano de vingança já foi feito, e Petra está prestes a injetar o “medicamento” em Marocas, que vem a ser o vírus, em vez do antiviral, trocado um pouco antes por Pierre.

Petra veste-se com uma roupa especial. “O que a senhora vai fazer?”, a aborda Samuca. “É só um procedimento, Samuca, faz parte do tratamento, não se preocupe”, desconversa ela. Pierre, também já vestido com a roupa especial, segura uma bandeja metálica na mão. Os dois entram na bolha e Samuca os observa.

Marocas está deitada na cama, com uma bolsa de soro. “Não se preocupe, Marocas. É apenas mais um medicamento”, diz a cientista. “Está bem”, fala a jovem. Pierre passa uma seringa a Petra, que espeta a bolsa de soro, injetando todo o conteúdo ali dentro. “Tudo certo. Já foi, Marocas”, avisa a médica. Nisso, a câmera mostra as gotas pingando, e o sorriso trocado por Marocas e Samuca, amorosos, sem nem imaginarem o que está acontecendo...



Veja Também