O Tempo Não Para: Samuca, “aberto 24h por dia” para Marocas

Empresário propõe foto da amada em letreiro de loja, mas muda de ideia por ciúmes


  • 11 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Mesmo em meio a tantos problemas, o casal #Samurocas não deixa de flertar, de namorar...

E como os fãs adoram, o Portal ArteBlitz mostra aqui mais uma sequência fofa de Samuca (Nicolas Prattes) e Marocas (Juliana Paiva). As cenas devem ir ao ar nesta sexta, dia 11 de janeiro.

O Tempo Não Para: Samuca, o “herói” da amada, Marocas

O Tempo Não Para: Encanto de Samuca com “avental” de Marocas

SAMUCA À MAROCAS: “PRA VOCÊ EU SOU QUE NEM CAIXA ELETRÔNICO: ABERTO 24 HORAS POR DIA”

Samuca fica sabendo através de uma conversa entre Vanda (Lucy Ramos) e Marocas, que a operação On The Rocks, a força-tarefa do exército que monitorava os congelados, voltou.

Assim que a advogada sai, o empresário mostra-se preocupado. “Meu amor, a gente tem que pensar num jeito de te proteger...”, diz ele.

Ao contrário do marido, Marocas mostra-se bem tranquila. “Minha maneira de me proteger é levar adiante o meu trabalho... Será que eu posso contar com os seus serviços agora?”, pergunta ela.

“Pra você eu sou que nem caixa eletrônico: aberto 24 horas por dia...”, brinca Samuca. A estilista ri. “Estou falando sério... Você não ia me ajudar com a Kikinico? Acho que já encontrei o lugar ideal para instalar a nossa primeira loja...”, conta ela. “Opa, vamos a isso!”, fala ele, animado.

SAMUCA À MAROCAS: “SE TIVESSE UMA FOTO SUA BEM GRANDE, IA ATRAIR A CLIENTELA DO BAIRRO TODO”

Os dois chegam no lugar onde será a loja. “Não é uma bela localização para a Kikinico, meu amor?”, quer saber ela. “Sem dúvida, o ponto é perfeito...”, diz o empresário.

“Estou tão animada! Já imagino um enorme letreiro com a nossa marca aqui em cima, para chamar atenção de todos...”, diz ela.

Samuca tem logo uma “ótima” ideia. “Se tivesse uma foto sua bem grande, ia atrair a clientela do bairro todo...”, ressalta ele, com aquele olhar de sempre apaixonado para Marocas.

“Uma foto minha, Samuel?... Nem pensar, eu morreria de vergonha...”, afirma ela. “E eu ia morrer de ciúmes... É melhor sem foto mesmo...”, constata Samuca.



Veja Também