O Tempo Não Para: Paulina comove Barão no Natal

Ele já estava convencido de que passaria a data só, e ainda é chamado de pai de novo


  • 24 de dezembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Aos poucos, Barão (Rui Ricardo Diaz) vai se reaproximando de sua família.

E na noite de Natal, ele se emociona com linda atitude da filha, Paulina (Carol Macedo). Essa sequência será exibida a partir desta segunda, dia 24 de dezembro.

O Tempo Não Para: Marocas com desejo?

O Tempo Não Para: O encanto de Sabino com “gravidez” de Carmen

PAULINA VÊ BARÃO DIANTE DA CASA NA NOITE DE NATAL: “PAI, NÃO VAI ENTRAR?”

Paulina está na cozinha preparando a ceia com a ajuda de Cecílio (Maicon Rodrigues). Nisso, chegam Mazé (Juliana Alves) e Omar (Max Lima), recebidos por Eliseu (Milton Gonçalves). “Seu Eliseu, obrigada por ter convidado a gente pra ceia...”, agradece Mazé.

“Obrigado a vocês por terem aceito, Mazé. É uma alegria pra mim poder reunir a família, mesmo que às vezes ela fique incompleta...”, lamenta Eliseu. Nesse momento, Barão passa em frente a casa do pai. Ele se aproxima e vê, pela janela, a movimentação familiar por ali.

Barão respira fundo e fala para si mesmo. “Feliz Natal, galera...”, diz. Ele faz meia volta e começa a se afastar. Nesse momento, ouve a voz de Paulina. “Pai?”. Barão logo se vira, incrédulo. “Filha...”, diz, comovido. “Não vai entrar?”, pergunta ela. Paulina sorri, doce, e Barão também, que a segue.

ELISEU PARA PAULINA E BARÃO: “MEU FILHO... VOCÊS DOIS, JUNTOS... HÁ QUANTO TEMPO EU QUERIA VER ESSA CENA”

Logo, Barão é levado por Paulina, de braços dados, para dentro da casa, e recebido por Eliseu, Mazé, Omar e Cecílio. “Olha quem veio passar o Natal com a gente...”, diz ela. O patriarca Eliseu sorri, emocionado. “Meu filho... Vocês dois, juntos... Há quanto tempo eu queria ver essa cena...”, ressalta ele.

E Barão brinca. “Não vai chorar, que eu choro junto e a minha reputação vai pro saco...”, diz. “Que bom que cê veio, pai!”, fala Omar. “Feliz Natal, meu filho... Mazé... (e ele olha feio, na gozação, para Cecílio) Cecílio, tô de olho em você...”, fala.

O jovem tímido ainda se explica. “Seu Barão, eu tenho a melhor das intenção com a Paulina...”, fala ele. “Cecílio... Cão que ladra não morde...”, diverte-se Eliseu. “É muito bom ver todo mundo reunido de novo”, fala Mazé.

“E aquele mala do Laércio, não vem?”, quer saber Barão. “Deve chegar mais tarde. Cês dois não vão brigar de novo por rabanada, pelo amor de Deus...”, diz Paulina. “É só ele não ficar escondendo no bolso igual ele faz todo ano”, fala Barão. Eliseu ri. “São duas crianças grandes!”, afirma ele. E todos confraternizam bem no clima natalino.



Veja Também