O Tempo Não Para: O casamento de Samuca e Marocas

Cerimônia religiosa é marcada por lindas e comoventes declarações de amor


  • 14 de dezembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Chegou finalmente o dia mais esperado pelos fãs do casal #Samurocas. Samuca (Nicolas Prattes) e Marocas (Juliana Paiva) selam seu amor em linda e romântica cerimônia religiosa.

Essa sequência está prevista para ser exibida na segunda-feira, dia 17 de dezembro.

O Tempo Não Para: Funcionários dão rosas a Samuca e Marocas

O Tempo Não Para: Paulina comove Barão com segunda chance

SAMUCA: “DESDE O PRIMEIRO DIA EM QUE EU VI A MAROCAS, EU FIQUEI ENCANTADO COM A PUREZA NOS OLHOS DELA”

O noivo já está ansioso com a espera de Marocas, ao lado da mãe, Carmen (Christiane Torloni) e do pai, Livaldo (Nelson Freitas). Eis que uma linda carruagem antiga chega com Dom Sabino e a primogênita. Ali dentro, ele olha nos olhos de sua menina, comovido. E entre sério e brincalhão, fala: “Marocas... Minha filha... Eu preciso perguntar, somente a título de prevenção...”.

Mas logo a jovem o corta. “Eu não irei desistir, meu pai... Não desta vez...”, afirma ela. “Folgo em saber...”, diz Sabino, que sorri e beija a mão da filha. A nave está tomada pelos convidados e padrinhos, como os vilões Lúcio (João Baldasserini) e Betina (Cleo). Amigos dos noivos também estão lá, como Elmo (Felipe Simas) e Miss Celine (Maria Eduarda de Carvalho), bem ao lado de dona Agustina (Rosi Campos).

Logo, ouve-se a marcha nupcial, entram as daminhas Nico (Raphaela Alvitos) e Kiki (Nathalia Rodrigues) com Pirata e a noiva, deslumbrante, de braços com o pai. Sabino leva a filha até Samuca. “Meu bom Samuel... Cuide bem de minha filha...”, pede ele. Marocas sorri, leve. “Meu pai... eu sou capaz de cuidar muito bem de mim mesma...”, diz. “Dom Sabino, o senhor pode ficar certo que ninguém jamais vai amar sua filha como eu...”, afirma o empresário.

O Padre Luís (Alexandre Barros) inicia a cerimônia. E logo convida os noivos a dizerem o porquê de terem escolhido um ao outro para compartilharem seus caminhos. O primeiro a falar, muito emocionado, é Samuca. “Desde o primeiro dia em que eu vi a Marocas, eu fiquei encantado com a pureza nos olhos dela. Como ela via esse mundo, que pra ela era tão diferente, como se encantava com cada detalhe e também com esse gênio destemido e justo que ela tem”, fala.

MAROCAS SOBRE SAMUCA: “ANTES MESMO DE ELE SONHAR EM EXISTIR, EU JÁ SONHAVA COM ELE...”

E o empresário continua seu depoimento sobre a amada. “A gente acha que progresso é evolução, mas nem sempre é assim. Eu aprendi isso com uma mulher que veio de dois séculos atrás, e é com ela que eu quero viver enquanto a vida existir...”, diz ele. Marocas não segura as lágrimas, assim como os pais e muitos convidados. 

Depois é a vez de Marocas dar o seu depoimento. “Samuel salvou a minha vida... Foi o primeiro homem que vi neste século... (ela sorri) Mesmo estranhando suas maneiras, suas pernas desnudas...”, fala ela, provocando risos em todos.

E a estilista continua... “Seu coração bom e nobre me cativou desde o princípio. Sua nobreza de espírito, sua coragem, sua alegria sem exagero, sua inteligência sem indolência, sua beleza sem extravagância, seu ímpeto de transformar o mundo... (ela volta-se) Miss Celine, lembra-se de quando eu falava sobre o homem do futuro?”, diz ela, dirigindo-se à amiga.

“Samuca é esse homem. Antes mesmo de ele sonhar em existir, eu já sonhava com ele...”, fala. O empresário extremamente comovido beija as mãos de Marocas. Após entrar imagens desta conversa de Marocas com a amiga em 1886, chega o momento da troca das alianças. O Padre pergunta se alguém tem algo a falar, fica um silêncio. Ninguém se pronuncia, e os noivos se beijam, apaixonados.



Veja Também