O Tempo Não Para: Marocas se sensibiliza com Samuca

Antes de passar mal com veneno, ela ouve que o pai dele sumiu no mundo


  • 23 de novembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Os próximos dias de Marocas (Juliana Paiva) não serão nada fáceis, principalmente porque a malvada Agnese (Beatriz Campos), a esta altura nova governanta da mansão Sabino Machado, fará de tudo para matar a jovem envenenada.

Isso tudo faz parte de um plano de Betina (Cleo) com a ex-secretária de Emílio (João Baldasserini), que mandou fabricar uma substância letal. Na primeira tentativa de colocar gotinhas na bebida de Marocas, quem passou mal foi Cesária (Olívia Araújo), que tomou o chá no lugar da jovem.

O Tempo Não Para: Elmo faz serenata para Miss Celine

O Tempo Não Para: Samuca e Marocas optam por união íntima

SAMUCA À MAROCAS: “UM CARA QUE LARGOU A MINHA MÃO AO DEUS-DARÁ COM UM FILHO PEQUENO NÃO PODE SER CHAMADO DE PAI”

Marocas se diverte cantando e dançando como há muito tempo não fazia com as gêmeas Nico (Raphaela Alvitos) e Kiki (Nathalia Rodrigues). Nisso, chega Agnese com uma bandeja de refrescos. “Com licença... Aceitam um refresco?”, pergunta. "É tudo o que precisamos”, diz Nico.

“Srta. Marocas. O copo maior é seu”, diz Agustina (Rosi Campos). Marocas pega o copo animada. “Parece que Agnese adivinha nossos pensamentos”, diz ela. Mais tarde chega Samuca (Nicolas Prattes), e eles ficam ali, juntinhos, “noivando”, como antigamente. “É admirável a sua amizade com o Elmo. Ambos se respeitam, se gostam, encaram juntos os momentos difíceis”, diz Marocas.

“A gente é irmão mesmo, só não veio da mesma mãe e do mesmo pai”, fala o empresário. Com tato, Marocas entra num assunto delicado com o amado. “Samuca, você nunca me falou sobre seu pai...”, diz ela. “Um cara que largou a minha mãe ao deus-dará com um filho pequeno não pode ser chamado de pai. Ele sumiu no mundo, foi totalmente ausente na minha vida”, conta ele.

Marocas logo faz um carinho no amado. “Eu sinto muito, meu amor...”, diz ela. “Você tem sorte de ter o Dom Sabino, que é um pai carinhoso, presente”, fala ele. “Algumas vezes, até demais”, diverte-se Marocas.

Os dois riem, até que, de repente, Marocas sente uma indisposição.

SAMUCA APÓS MAROCAS PASSA MAL COM REFRESCO ENVENENADO: “QUER QUE EU TE LEVE NOS BRAÇOS ATÉ O SEU QUARTO?”

Logo, Samuca percebe que algo está errado com a amada. “Que foi? Cê tá bem?”, pergunta ele. “De repente, sinto-me indisposta... Deve ser fruto do dia cansativo que tive, e das brincadeiras com as gêmeas”, fala ela.

Afetuoso, Samuca diz: “Quer que eu te leve nos braços até o seu quarto?”, pergunta ele. “Eu adoraria... O problema é o que viria depois...”, brinca ela. “Verdade. Melhor a gente continuar aqui noivando bonitinho”, fala ele, abrindo um sorriso.

“Vamos nos preservar e fazer tudo direito... Como deve ser”, afirma a jovem. Ela já parece melhor da indisposição. Nisso, entra Agnese. “Senhorita Marocas, precisa de algo mais? Talvez um chá de boldo. É tiro e queda para o mal estar”, aconselha a megera governanta.

“Acho que pode fazer bem”, concorda Samuca. “Se eu der um beijinho, será que não passa?”, continua falando ele. “Sempre se pode tentar...”, diz a jovem, rindo. Os dois se beijam. Enquanto isso, a megera da governanta vai preparar novas gotinhas letais... Boa sorte para a nossa heroína Marocas!



Veja Também