O Tempo Não Para: Chantageada, Marocas aceitar casar com Emílio

Vilão rouba beijo dela à força, e pais começam a desconfiar do noivado


  • 04 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Apesar de durona com Samuca (Nicolas Prattes), Marocas (Juliana Paiva) sabe que ele é o grande amor de sua vida. Mas o casal #Samurocas vai passar por grandes provações ainda para ficar junto. E a pedra no sapato da jovem agora tem nome: o vilão Emílio (João Baldasserini).

Primeiro, ela não entende a súbita aproximação dele com Dom Sabino (Edson Celulari). Desde que seu pai recuperou a apólice do seguro do navio Albatroz, ele está sempre por perto. E é durante um jantar na nova mansão da família Sabino Machado, que ele surpreende ao pedir a mão de Marocas em casamento para Dom Sabino e Dona Agustina (Rosi Campo).

Claro que, naquele momento, a resposta imediata de Marocas é não.

O Tempo Não Para: Samuca diz à Walesca que ainda ama Marocas

O Tempo Não Para: A terna aproximação de Elmo e Damásia

MAROCAS A EMÍLIO: “VAMOS NOS CASAR MEDIANTE COAÇÃO E CHANTAGEM... O SENHOR É REPULSIVO”

Mas mal sabe ela que tudo faz parte de um plano do vilão. Ele armou para ter em suas mãos documentos históricos que provam que Dom Sabino cometeu crimes hediondos durante a Guerra do Paraguai. Ele marca novo encontro com a jovem e mostra toda a papelada. Assim, a chantageia, ou ela casa com ele, ou seu pai irá para a prisão.

E o malvado repete a pergunta. “Você aceita se casar comigo?”, indaga ele. “Sim”, diz ela. Emílio se aproxima dela, e ela recua instintivamente, não de medo, mas de repulsa. E Marocas avisa. “Nós teremos um acordo, dr. Emílio”, fala. “Pode me chamar de Emílio”, ironiza ele. “O senhor jamais tocará em mim”, fala ela, convicta.

E ele insiste, dizendo que isso é impossível porque os dois irão casar. “Vamos nos casar mediante coação e chantagem. Vamos nos casar porque o senhor ameaçou denunciar o meu pai”, diz ela. O vilão afirma que, no fundo, ela tem uma quedinha por ele. “O senhor é repulsivo”, fala ela. No final da conversa, ele se aproxima, a deixando contra uma cadeira.

E ele a beija, segurando seus braços com força. “O senhor é asqueroso”, esbraveja ela.

AGUSTINA PARA DOM SABINO SOBRE NOIVADO DE MAROCAS COM EMÍLIO: “HÁ ALGO ERRADO, EU VOU AVERIGUAR”

Já no quarto da nova casa com Miss Celine (Maria Eduarda de Carvalho), comovida, Marocas conta tudo à amiga. “Meu pai não fez nada disso! Miss Celine, eu o conheço melhor do que ninguém nesse mundo. Conheço seu coração, sua alma, sua índole. Meu pai é, acima de tudo, um homem bom!”, fala a jovem. “Eu concordo, Marocas, conheço dom Sabino. Mas, infelizmente, esses documentos afirmam o contrário”, diz a professora.

E Marocas faz um pedido. “Por favor, não fale com ninguém sobre isso”, pede ela. No outro dia, ela faz o comunicado a Dom Sabino e Agustina. "Estão surpresos com essa notícia maravilhosa, não estão?”, fala Emílio. “Deveras”, diz Agustina, confusa. “E devo dizer que um tanto intrigados com a sua mudança repentina de posição, minha filha”, emenda Sabino.

A jovem tenta explicar. “Meu pai, não é o senhor quem diz que o ser humano, por ser racional, deveria ser menos impulsivo e mais reflexivo?”, diz ela. “Decerto que sim”, fala Sabino. “Considerei os vários aspectos envolvidos na questão. Até concluir que esse matrimônio trará benefícios não só a mim, mas a toda a nossa família”, continua Marocas.

Eles trocam as alianças, com Marocas nada confortável. Num momento da noite, discreta, a jovem olha para uma foto de Samuca a seu lado. Passa os dedos sobre a foto, sentida. E chora. Mas vai ser difícil Marocas esconder da família tanto tempo a chantagem que está sofrendo de Emílio.

Já deitada com Dom Sabino, Agustina fala sua impressão sobre esta decisão repentina de Marocas. “Uma mãe tem o dom de enxergar a alma da filha por frestas que um homem não é capaz. Há algo errado, e eu vou averiguar. Boas noites!”, avisa ela.



Veja Também