O Sétimo Guardião: Neide descobre a verdade sobre filha

Cabeleireira coloca a mãe, Firmina, para fora de casa e cai em prantos


  • 31 de março de 2019
Foto: Reprodução Globo


Finalmente, Neide (Viviane Araújo) irá descobrir o que realmente aconteceu com a sua filha desaparecida, ainda recém-nascida.

E quem lhe contará toda a história é a sua mãe, Firmina (Guida Vianna), a quem a cabeleireira promete nunca mais perdoar.

Essa sequência irá ao ar no dia 10 de abril.

NEIDE ATÔNITA DIANTE DA MÃE: “A SENHORA ESTÁ ME DIZENDO QUE MINHA FILHA... ESTÁ MORTA? QUE CONVIVEU COM ELA TODOS ESSES ANOS E NUNCA ME FALOU?”

Depois de ouvir de Olavo (Tony Ramos) que conheceu Josefa, a mãe dela, quando trabalhava na casa de amigos, mas que nunca mais a viu desde que a jovem da casa faleceu, a cabeleireira fica desconfiada. E resolve confrontar a mãe, que a enrola. Mas depois de procurar o Padre Ramiro (Aílton Graça), Firmina toma coragem e fala a verdade à Neide sobre o seu bebê. “Vim pra casa porque resolvi te contar tudo, Neide”, diz ela.

A cabeleireira é irônica. “E vai começar por onde, dona Josefa?”,  quer saber ela. “Pela sua filha. Eu vou te falar o que aconteceu”, promete a senhora. Pouco tempo depois já aparece Neide, em choque, diante de uma Firmina assustada, na expectativa. “A senhora está me dizendo que minha filha... Está morta? Que conviveu com ela esses anos todos e não me falou nada? É isso mesmo, ou entendi errado?”, questiona ela.

 

 

Firmina assente. “Já te expliquei! Encontrei a menina por acaso! Eu trabalhava numa casa e escutei o que uma amiga da minha patroa contou pra ela: tinha adotado por debaixo do pano uma menina que encontraram largada no mato em Resplendor”, conta. “E, até então, a menina estava com ela?”, quer saber Neide. Firmina afirma que a história combinava com a dela, então, resolveu trocar de emprego e se ofereceu como cozinheira na casa onde a menina vivia.

Neide chora, sem parar. “Como ela era, me diz!”, pergunta. “Linda! Parecia comigo naquele retrato da minha primeira comunhão, lembra?”, fala. Nesse instante, a cabeleireira se revolta. “Ah, mãe, se enxerga!”, diz. “Tudo bem, parecia com nós duas. Assuntei daqui, perguntei dali... A mãe adotiva era muito conversadeira, sabe? Acabou me contando tudo com detalhes. Concluí que era mesmo sua filha, sem a menor dúvida”, afirma.

O Sétimo Guardião: O clima esquenta entre Diana e Walid

O Sétimo Guardião: Gabriel fica em coma e Luz se abala

FIRMINA À NEIDE: “MINHA NETA LEVAVA A MELHOR DAS VIDAS... NÃO PODIA TIRAR ISSO DELA. MAS AÍ, QUIS O DESTINO... ELA SOFREU UM ACIDENTE DE CARRO E SE FOI...”

Nisso, Neide quer saber porque ela nunca a procurou para contar a história. “Ah, Neide... Naquela época eu nem sabia onde você estava, com quem ou como estava! E minha netinha, lá naquela casa... Tão bem educada, tão bem tratada... Tinha uma vida que a mãe verdadeira nunca poderia dar pra ela. Uma mãe que largou a coitadinha no mato, caiu no mundo e nunca mais deu notícias”, diz.

Neide explode em pranto e se revolta. “Eu estava grávida e você me expulsou de casa! Disse que nunca mais queria me ver!”, fala. “Só falei aquilo da boca pra fora! Se tivesse voltado pra casa eu te perdoava...”, afirma. “Assim como eu te perdoei quando chegou aqui, sem ter onde cair morta!”, fala Neide. “Minha neta levava a melhor das vidas... E eu não podia tirar isso dela. Mas aí, quis o destino...”, fala.

E Firmina continua a história triste. “Um acidente de carro e ela se foi pra sempre! Minha netinha! Sofri tanto. A mãe adotiva também, coitada. Ainda fiquei por lá uns dias... Mas pra cada canto que olhava o que via era a menina! Não suportei. Arrumei minhas coisas e fui embora”, conta. “Sem ter certeza se ela era ou não minha filha”, diz. “Claro que sim, a história era a mesma! E era o mesmo o lugar, a mesma data...”, afirma. “Mas podia ser tudo coincidência! Pra ter certeza você tinha que conseguir uma prova”, fala Neide.

Nisso, Firmina conta que fez o exame de DNA, pegando uma escova de cabelo da jovem. “Deu positivo! Ela era minha neta... E sua filha! Tenho o laudo guardado nas minhas coisas, posso lhe mostrar”, fala. Nesse momento, Neide surta. “Exame de DNA, mãe! Se chegou a esse ponto e escondeu tudo de mim, por que veio me procurar depois desse tempo todo?”, quer saber. “Porque não queria que você sofresse! E também porque estou velha, cansada... Precisando de alguém que cuide de mim!”, diz.

Instantes depois Firmina se aproxima de Neide e tenta abraçá-la. Mas a cabeleireira está fora de si e a expulsa dali, empurrando-a em direção à porta. “Some daqui!”, diz.  “Não faz isso com a avó da sua filha!”, pede. “Se eu não tive minha filha, também não preciso de mãe! Sai, some da minha frente!”, afirma ela, que bate a cara na porta de Firmina. Neide cai em prantos, desesperada.

A pergunta é: Será que Firmina conta mesmo a verdade? Estranho ela ficar tão assustada toda a vez que vê Olavo... Afinal, ele é "pai" de Laura (Yanna Lavigne).

O Sétimo Guardião: Milu diz ter medo de ver Jurandir de novo

O Sétimo Guardião: Guilherme deixa a vó Mirtes sem teto



Veja Também