O Sétimo Guardião: Guilherme deixa a vó Mirtes sem teto

Expulsa de casa, beata pede abrigo a neto, mas ele diz que não quer morar com ela


  • 25 de março de 2019
Foto: Reprodução Globo


Aos poucos, Mirtes (Elizabeth Savala) vai sendo menosprezada até pelos familiares, tamanhas são as suas maldade.

Depois de ser expulsa de casa por Aranha (Paulo Rocha), ela pede abrigo ao neto, Guilherme (Caio Manhente), mas ouve de Joao Inácio (Paulo Vilhena) que o jovem não quer morar com ela.

Essa sequência irá ao ar no dia 28 de março.

GUILHERME À MIRTES: “A CASA NÃO É MINHA. NÃO POSSO TOMAR UMA DECISÃO DESSAS SEM ANTES FALAR COM MEU PAI”

Stefânia (Carol Duarte) espana os móveis, quando ouve batidas na porta. Logo reage, surpresa, ao ver Mirtes com uma mala. “A senhora vai viajar?”, pergunta a jovem. “Não acha que está perguntando demais, ex- rainha da noite? Volta lá pro seu serviço de arrumadeira”, zomba a beata, que pede para falar com Guilherme. “Me botaram na rua da amargura, meu neto!”, conta ela. “Mas por que eles fizeram isso?”, quer saber ele.

A beata explica, a sua maneira. “Vai saber! Eu estava lá no meu canto, sem fazer mal a ninguém... E pra não ter que ficar no banco da praça eu vim morar com você”, fala. “Veio morar aqui?”, falam Stefânia e Guilherme juntos, em choque. “Eu... Não posso receber você, minha avó...a casa não é minha”, explica o jovem. “Mas tem um quarto vago!”, lembra Stefânia. “Não estou pedindo nada a você. Minha conversa é com meu neto”, diz a megera. “Não posso tomar uma decisão dessas sem antes falar com meu pai!”, avisa Guilherme.

 

 

E o jovem sai. Nisso, Mirtes encara Stefânia. “Se prepare, porque, comigo aqui, tudo vai mudar. Vida fácil só se for lá na casa de Ondina, que é lugar de gente como você”, agride ela. Já na Prefeitura, Guilherme conversa com João Inácio. “Tio Aranha expulsou ela de casa. E agora minha avó quer morar com a gente! Stefânia foi logo falando que podia. Mas como ela pediu a mim, eu disse que quem ia decidir era o senhor. Só que eu não quero isso”, avisa Guilherme. “É sua avó, filho! Você não quer, por quê?”, pergunta ele.

O jovem tenta se explicar. “É que... Ela, Stefânia e você na mesma casa? Não vai funcionar, pai, é confusão na certa!”, diz. “Desde quando você se preocupa comigo ou com Stefânia? Vamos pensar juntos, talvez a gente consiga dar um jeito”, fala João. “Não quero que minha avó vá morar com a gente, pronto! Tô indo pro meu trabalho, já estou atrasado... Não quero, pai! Só não posso é falar isso pra ela, então você vai lá e resolve!”, pede o jovem.

O Sétimo Guardião: Murilo diz à Neide que irá achar a filha deles

O Sétimo Guardião: Aranha expulsa Mirtes de casa

JOÃO INÁCIO À MIRTES: “GUILHERME DISSE QUE NÃO QUER MAIS VIVER DEBAIXO DO MESMO TETO COM A SENHORA. POR MAIS QUE LHE DOA, É A VONTADE DELE”

Já em sua casa, João Inácio conversa com Stefânia na cozinha. “Por mim não tem problema, ela pode ficar aqui. Faço qualquer esforço pra ver essa família em paz”, afirma a jovem. “Paz é justamente o que não vamos ter se ela se aboletar nesta casa!”, ressalta João. Stefânia diz que ficou com pena da beata e que João também deve aceitar hospedá-la. “Não. Motivos pra negar o pedido dela não faltam. Por anos ela me fez sofrer, sempre te atacou... E mais importante de tudo, Guilherme não quer ela aqui!”, conta ele.

João ainda mostra-se cismado. “Isso só fez aumentar minhas suspeitas de que Guilherme veio pra cá porque aconteceu alguma coisa muito grave na relação dele com dona Mirtes!”, deduz. João e Stefânia chegam na sala, e Mirtes se levanta, já assumindo que foi aceita: “Agora que conversaram, me digam onde fica meu quarto, preciso descansar as pernas... Depois você, que pra todos os efeitos é o homem da casa, leva a minha mala pra lá”, ordena a João.

“Alto lá! Eu não lhe disse que podia ficar”, diz ele, chocando a beata. “Infelizmente não posso acolher a senhora aqui”, fala. Nisso, Mirtes se volta pra ele com os olhos flamejantes. “Como é que é? O meu genro vai ter a coragem de botar a mãe da sua esposa defunta na rua?”, diz. Logo ela insinua que João está indo contra a decisão de Guilherme. “Pelo contrário, estou fazendo a vontade do meu filho”, revela ele.

“Ele falou duas vezes. Disse que não quer mais viver debaixo do mesmo teto com a senhora. Por mais que lhe doa, é a vontade do Guilherme”, avisa João. “A senhora tem outro lugar pra onde ir?”, pergunta Stefânia. “Era só o que me faltava. Uma quenga se preocupando comigo!”, diz a megera. “Ela se preocupa porque tem bom coração. Ao contrário da senhora que, mesmo numa situação como essa, não para de insultar e ofender os outros”, desabafa João.

Mirtes logo sai, mas ainda se “achando”. “Coitada de vó Mirtes!”, fala Stefânia. “Ela fez por merecer tudo isso”, constata João.

O Sétimo Guardião: Stella e Aranha em dúvidas sobre doador de sêmen

O Sétimo Guardião: O primeiro beijo, de cinema, de Walid e Diana

 



Veja Também