O Sétimo Guardião: Gabriel vê em León marca de suas costas

Jovem está prestes a deixar Serro Azul, mas gato o faz desistir de viagem


  • 19 de novembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Assim que descobre através da internet informações sobre sua identidade, de que deixou a noiva, Laura (Yanna Lavigne), no altar, Gabriel (Bruno Gagliasso) decide voltar a São Paulo. Essa sequência está prevista para ser exibida nesta quarta, 21 de novembro.

Luz fica arrasada ao ver o jovem entrar no carro para ir embora de Serro Azul. “Não é adeus. Ele vai voltar pra mim”, diz ela, que logo em seguida confessa à amiga Elisa (Giullia Buscacio) estar apaixonada por Gabriel.

O Sétimo Guardião: Leonardo filma Marilda nua saindo do casarão

Josie Pessôa, a dominatrix Luciana: “Nada a ver com agressão”

GABRIEL NA ESTRADA AO DEIXAR SERRO AZUL: “ME DEU UM TROÇO, NÃO SEI O QUE É, MAS ESTOU PASSANDO MAL, PARA O CARRO”

O carro dirigido por Geandro (Caio Blat) segue pela estrada. No banco de trás estão Gabriel e Sóstenes (Marcos Caruso). Os três estão em silêncio, eles não veem, mas numa carreira desabalada, tão rápido quando o carro, segue o gato León.

Gabriel está visivelmente apreensivo. Ele olha através da janela, vê alguma coisa, e logo reage. É a placa Bem-vindo a Serro Azul Nesse instante, a câmera foca em León, que freia espetacularmente e fica parado na estrada. “Para”, grita Gabriel. “O quê?”, assusta-se Geandro.

“Me deu um troço, não sei o que é, mas estou passando mal, por favor, para o carro!”, pede Gabriel. Do ponto de vista de León, o carro freia, rangendo pneus e para. Gabriel está suando muito, Geandro e Sóstenes ficam parados, sem entender nada. “Mas o que foi que lhe deu, rapaz?”, pergunta o avó de Luz.

“Uma falta de ar, uma agonia! Não estou nem conseguindo respirar direito”, conta o jovem. Ele abre a porta do carro e desce, meio zonzo. Logo, vai até a placa onde está escrito Bem-Vindo a Serro Azul. Ali, se ampara nos canos de ferro. “Não entendi nada”, fala Geandro, dentro do carro. “A questão não é entender. A gente precisa é saber o que está acontecendo”, reage Sóstenes.

GABRIEL AO ACARICIAR LEÓN: “ESSA MARCA NO PELO DELE! EU NÃO TINHA NOTADO ANTES. ELA É IGUAL A MINHA”

Sóstenes e Geandro deixam o carro e vão até Gabriel, que está de cabeça baixa segurando os canos que sustentam a placa. León também aparece ali perto, um pouco mais atrás do jovem. “O que foi que te deu? Se é dor de barriga...”, pergunta Geandro. “É aflição! É angústia, é um troço que está batendo, martelando aqui dentro da minha cabeça...”, tenta explicar Gabriel.

“O quê?”, quer saber Sóstenes. “Não sei! Mas sei de uma coisa”, começa a falar ele. Nesse momento, Gabriel levanta a cabeça, olha novamente a placa da cidade, e diz, decidido. “Não posso sair de Serro Azul . Eu preciso voltar... E tenho que ficar lá”, afirma, para a surpresa de Sóstenes e Geandro.

Enquanto isso, Luz conversa em sua casa com Elisa. Ela faz uns sanduíches, de repente, se corta, ao ver a imagem de Gabriel olhando a placa. Ela desconversa e não fala nada para a amiga. Ainda na estrada, Sóstenes quer saber se ele tem certeza que quer voltar para Serro Azul. Ele diz que não, mas que algo o chama...

“Cada vez que me afasto daquela placa me dá uma agonia, uma aflição. Uma coisa esquisita que me toma a cabeça inteira! Agora mesmo, enquanto estou aqui, afastado apenas alguns metros dela, esta sensação volta. É horrível! Por favor, não me perguntem mais nada, só deem meia volta e me levem pra Serro Azul de novo, só isso”, explica ele.

Antes do carro partir, quando Gabriel vai fechar a porta, León entra e se aninha no seu colo. “Esse gato. Acho que se apegou a mim. Aparece nas horas mais...”, fala ele, até ver a marca no pelo do gato, igual a sua. “Essa marca no pelo dele! Eu não tinha notado antes! Ela é igual”, fala. “Que é que tem?”, pergunta Geandro. “Nada. Pensei que já tinha visto isso em algum lugar... Mas foi engano”, desconversa Gabriel.



Veja Também