O Sétimo Guardião: Elisa flagra Jurandir e Milu no maior amasso

Confrontado pela filha, ele diz que decidiu namorar com a esotérica


  • 27 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Os dias de seguidor da beata Mirtes (Elizabeth Savala) estão contados para Jurandir (Paulo Miklos).

É que o “cupido” parece ter atingido o coração dele. E Jurandir se abrirá com a filha, Elisa (Giullia Buscacio).

Essa sequência irá ao ar no dia 2 de fevereiro.

Resumos de Novelas - O Sétimo Guardião - De 28/01 a 02/02

Elizabeth Savala tranquiliza sobre estado de saúde do marido

ELISA FLAGRA O PAI NO MAIOR AMASSO COM MILU: “SÓ SAIO DAQUI DEPOIS DE OUVIR UMA EXPLICAÇÃO. ESTOU ESPERANDO, SEU JURANDIR!”

Nos próximos capítulos, após séria conversa, Jurandir permitirá o namoro de Elisa com Maltoni (Matheus Abreu). Mas o beato pede para ter uma conversa antes com o sacristão. Como Jurandir não aparece no encontro, eles seguem a procura dele. Até que Rivalda (Giulia Gayoso) informa que o viu na loja de Milu (Zezé Polessa).

Assim que os jovens chegam lá, e ninguém abre a porta, eles entram e flagram Jurandir e Milu embolados no chão, já desabotoando as roupas. “Pai? O que é que está acontecendo aqui?”, pergunta Elisa, perplexa. “Se ainda não entendeu, depois eu te explico, Elisa. Agora é melhor a gente ir embora”, diz Maltoni.

“Só saio daqui depois de ouvir uma explicação. Estou esperando, seu Jurandir!”, fala a jovem. Nisso, o beato e a esotérica se recompõem. Jurandir, nervoso, tenta “inverter” o flagra. “Explicação quem tem que me dar é você, Elisa... O que está fazendo na rua a essa hora com esse galalau? Era pra estar em casa, me esperando!”, fala ele. Depois de mais um tempo de discussão, Elisa e Maltoni deixam o local.

Logo Milu chama a atenção do beato. “Não precisava ter sido tão grosseiro com a menina. Há maneiras e maneiras de falar”, diz ela. “Perdi o controle da situação! Também pudera, olha em que momento que Elisa nos apanhou”, fala ele. “E o que o senhor vai dizer pra sua filha sobre o que tá acontecendo entre nós?”, pergunta ela. “Não sei... Não sei... Preciso pensar! E muito!”, avisa ele, que sai.

JURANDIR À ELISA: “VOCÊ GOSTA DO MALTONI PRA VALER, NÃO GOSTA? E EU GOSTO DA MILU DESSE MESMO JEITO... DECIDI NAMORAR COM ELA”

Elisa chega em casa com Maltoni ainda revoltada. “É muita cara de pau, Maltoni!”, diz ela. “Desculpa, Elisa, mas ainda não entendi porque você está tão revoltada com seu Jurandir”, fala o jovem. “Anos me impingindo os ensinamentos da Bíblia, me obrigando a rezar antes de comer, de dormir, de respirar! Me convencendo a entrar no convento, me proibindo de ficar com você, pra depois cair no maior bem-bom com dona Milu?”, diz ela.

“Você nunca escutou aquela máxima que diz: “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”?”, brinca o jovem. “Isso pra mim tem outro nome: hipocrisia!”, afirma ela. “Seu problema é com dona Milu? Você não gosta dela, é isso?”, quer saber o jovem. “Não tenho nada contra ela, nem sequer contra meu pai ter uma namorada, mulher, sei lá...”, afirma ela.

Antes de ir para casa, Jurandir ouve conselhos de Sóstenes (Marcos Caruso) de que tem que viver a vida do jeito que ele quiser, sem dar satisfações para ninguém. Já no outro dia, no café da manhã, ele e Elisa conversam. “Depois de tanta oposição ao meu namoro com o Maltoni, agora o senhor está de rolo com dona Milu”, diz ela. “Rolo? Mas que linguagem é essa, Elisa?”, diz ele.

“Estão de quê então? Chamego? Namoro? Curtição?”, quer saber ela. “Elisa, me responde uma coisa... Você gosta do Maltoni pra valer, não gosta?”, pergunta ele. “Gosto! Mas o que isso tem a ver com...”, tenta falar ela. “Eu gosto da Milu desse mesmo jeito”, afirma ele, na lata. “O senhor está apaixonado por ela?”, indaga a jovem. “E assim como você pode namorar Maltoni porque eu aceitei e respeitei, lhe peço que aceite essa novidade na minha vida também”, diz ele.

“E essa novidade é exatamente...”, quer saber ela. “Eu decidi namorar com Milu. E essa novidade é bem mais importante do que eu ter voltado a comer compota de figo!”, avisa ele.



Veja Também