O Sétimo Guardião: Diana sem o seu treinador, Walid?

Nicolau impõe condição para rapaz continuar treinando a filha


  • 01 de março de 2019
Foto: Reprodução Globo


Nicolau (Marcelo Serrado) vibrou muito com o título de karatê conquistado pela filha Diana (Laryssa Ayres). Mas toda aquela euforia do chapeiro, no fundo tem algo a ver com a grana que a jovem pode vir a conquistar.

Assim, ele tem uma conversa séria com Walid (Gustavo Stauffer). Mas quem não gosta nada desta história é Afrodite (Carolina Dieckmann) e a própria Diana.

Essa sequência irá ao ar a partir deste sábado, 2 de fevereiro.

NICOLAU PARA WALID: “EU PERMITO QUE DIANA SIGA CARREIRA COMO KARATECA. DESDE QUE A PESSOA QUE CUIDE DAS FINANÇAS DELA SEJA EU!”

Na manhã após o título, Diana vai até o quarto da mãe que ainda dormia. “Ô filha... Bom dia! Como vai minha campeã?”, diz Afrodite ao se acordar. “Falar a verdade, nem dormi direito...”, conta a jovem. Logo a mãe pergunta se ela está triste com algo. “Seu sonho não era ser campeã de karatê? Não realizou isso ontem, ganhando cinquenta mil e tudo? E ainda assim tá triste?! Francamente...”, fala Afrodite.

Diana tenta se explicar. “É que tem coisa que é ainda maior que isso... Tipo ver meu pai lá torcendo por mim”, conta. “...Também me espantei!”, fala Afrodite. “Justo ele, mãe, que fez de tudo pra me impedir de lutar”, lembra a jovem. “E ontem, estava lá te apoiando! Isso foi uma grande conquista que você teve no fim, mesmo”, constata Afrodite. “Aí é que tá... Ainda não chegou no fim. Esse torneio pra mim foi só o começo. Quero continuar treinando, quem sabe ir pras Olimpíadas”, sonha Diana, empolgada.

 

 

“Que bacana, você toda cheia de perspectivas, de olho no seu futuro... Então, pra que ficar triste, minha filha?”, pergunta ela. “Porque, pra isso tudo acontecer, eu preciso do apoio dele também. A mãe acha que vai rolar?”, questiona ela. “Teu pai pode até ver sua carreira de atleta como uma coisa séria, sim. Mas daí a mudar a cabeça dele, eu duvido muito. Nicolau arrisca até te apoiar... Mas do jeito dele!”, ressalta Afrodite.

Já no quiosque, Nicolau recebe Walid para a “tal conversa a sós”. Logo o rapaz se surpreende ao ouvir que o chapeiro dará a benção para Diana continuar lutando. “Mais do que isso! Vou fazer o que um pai de verdade faz quando vê uma cria sua com talento pra alguma coisa... Vou participar!”, diz ele. “Fico feliz com essa sua atitude, parabéns... Mas peraí, participar como?”, pergunta o jovem. “Ô Walid, a coisa é simples: eu permito que Diana siga carreira como karateka. Desde que a pessoa que cuide das finanças dela seja eu!”, fala.

O Sétimo Guardião: Aranha sente ciúmes de Adamastor com Stella

O Sétimo Guardião: Walid e Diana trocam olhares na festa da vitória

AFRODITE: “SE NICOLAU QUER EMPRESARIAR MINHA FILHA, VAI TER QUE ENTUBAR MINHAS CONDIÇÕES!”

Um pouco mais tarde, Walid já está diante de Afrodite e Diana. “Ele pediu isso?”, surpreende-se Afrodite ao ouvir toda a história que o técnico conta. “Pediu, não. Seu Nicolau exigiu! Ou ele vira empresário da Diana ou eu deixo de treiná-la. Essa foi a condição que ele impôs!”, fala. “É muita cara de pau do Nicolau, viu...”, constata Afrodite.

Diana se intromete. “Olha o lado positivo, mãe. Isso mostra que o pai está apostando alto na minha carreira”, fala a jovem. “Não, meu amor. Seu pai está apostando alto é na sua exploração financeira! Ontem tive que brigar com ele pra que me desse o cheque do seu prêmio do torneio. Queria ficar com todo o dinheiro, que é seu e não dele!”, deduz Afrodite. “Mas agora, se for admitido como empresário da Diana, seu Nicolau terá direito a uma percentagem sobre todos os valores que ela vier a ganhar”, lembra Walid.

“Está vendo? É isso que Nicolau mirou: a grana!”, ressalta a mãe de Diana. “Corro o risco de parecer fofoqueiro, mas quando seu Nicolau me pediu que guardasse essa conversa em segredo... Eu me senti péssimo! Você e Diana acreditaram em mim desde o início... Eu tinha que alertar vocês”, explica-se o treinador. “Fez bem em abrir o jogo, Walid, lhe agradeço. E não se preocupe, ninguém pensa mal de você”, avisa Afrodite.

“Se a gente contrariar a vontade do pai agora, ele vai ficar com raiva e aí meu sonho de ser atleta profissional cai por terra de vez!”, fala Diana, preocupada. “Deixa seu pai achar que é seu empresário e que ainda canta de galo. (ela vira-se para o técnico). Espere um pouco pra dizer ao Nicolau que você aceita, Walid”, pede Afrodite. “Mas ele vai me cobrar uma resposta, Afrodite!”, lembra o rapaz. “É só o tempo de eu ter uma conversinha com seu Nicolau Chapeiro, também em particular. Se ele quer empresariar minha filha, vai ter que entubar minhas condições!”, avisa.

O que será que Afrodite dirá a Nicolau?

O Sétimo Guardião: Aranha fica animado ao falar com Stella

O Sétimo Guardião: Diana vence e é tomada nos braços por Walid

 



Veja Também