O Sétimo Guardião: Diana acerta golpe de karatê em seu pai

Mesmo sem querer, jovem fica aflita, já que ele tem que dar decisão sobre seu contrato


  • 25 de dezembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Se naturalmente já é difícil Diana (Laryssa Ayres) fazer o pai aceitar que ela lute karatê, imagina depois de ele ser atingido por um “golpe”.

Pois é o que vai acontecer em sequência a partir do dia 31 de dezembro.

O Sétimo Guardião: Maltoni cada vez mais próximo de Elisa

O Sétimo Guardião: Rita de Cássia exige ser filmada seminua

DIANA À AFRODITE: “VI A RAIVA NA CARA DO PAI QUANDO ME VIU DE PUNHO CERRADO. O PAI NÃO VAI ACEITAR QUE EU PRATIQUE KARATÊ NUNCA!”

Diana chegou de ônibus a Serro Azul, mas logo se estranhou com Lourdes Maria (Bruna Linzmeyer). Ao chegar perto da jovem, a carateca fala para si mesma: “Ah se você lutasse karatê... Ia ganhar isso!”, diz. De brincadeira, Diana vai aplicar um golpe no ar sem que Lourdes veja.

Mas ao projetar o cotovelo para trás, acerta seu pai, Nicolau (Marcelo Serrado). “Pai? Desculpa. Eu, eu só tava...”, tenta se explicar ela, já nervosa. “Vi muito bem o que você tava fazendo e também já sei o que andou aprontando por aí...”, fala ele , já cortando a filha.

A jovem ainda tenta se explicar. “Pai, tava zoando, ia aplicar um golpe no ar e...”, tenta falar. Nicolau a corta. “Vá pra casa estudar! À noite vou ter uma conversa definitiva com sua mãe pra encerrar esse assunto de karatê de uma vez!”, diz ele. Já em casa, ela conta nervosa para a mãe, Afrodite (Carolina Dieckmann), o ocorrido. “Não tive culpa, mãe. Quando vi tinha acertado o pai com o golpe. Eu tava só zoando atrás da Lourdes Maria, mas ele nem me deixou explicar”, fala.

“Ele já me contou”, afirma Afrodite. “Agora vai ferrar com tudo! Vai dar pra trás e não vai assinar meu contrato...”, lamenta a jovem. “Ele disse que ia me dar uma resposta hoje”, diz Afrodite. “Vai ser negativa. Já sei! Vi a raiva na cara dele quando me viu de punho cerrado. O pai não vai aceitar que eu pratique karatê nunca!”, lamenta Diana.

Afrodite tenta animar a filha. “Atleta não pode pensar assim. Tem que focar na vitória, ser positiva. Eu vou falar com ele agora e você vai deitar e descansar”, fala Afrodite. “Não vou conseguir pregar o olho de ansiedade”, diz a menina. “Deixa que eu resolvo, Diana”, ressalta Afrodite.

AFRODITE A NICOLAU SOBRE CONTRATO DE DIANA: “SE CONTINUAR A ME ENROLAR, QUEM VAI TOMAR UMA DECISÃO SOU EU. E DEFINITIVA”

Nicolau já está no quarto do casal, com meias de jogador de futebol. Afrodite entra. “Afrinha, e se a gente entrasse em campo hoje?”, propõe ele. “Não estou no meu período fértil”, diz ela, seca. Logo Nicolau já pega debaixo do seu travesseiro uma tabelinha.

“Tem certeza? Será que errei no cálculo?”, fala ele. “Você vem errando em muita coisa, Nicolau. Mas tô te dando a chance de consertar... Vai ou não assinar o contrato da Diana?”, pergunta ela, na lata. “Não tenho elementos suficientes para decidir”, desconversa ele.

Mas Afrodite é firme. “Se continuar a me enrolar, quem vai tomar uma decisão sou eu. E definitiva!”, avisa ela. “Você não entendeu. Preciso de mais informações para dizer se vou assinar ou não o contrato...”, explica ele.

“Em vez de vigiar minha tabela de fertilidade, devia ter lido o contrato que eu deixei aqui”, afronta ela. “E eu li. Ficou claro que seu amiguinho Atalla é somente um intermediário, um atravessador...”, fala ele. “Sim e daí? A oportunidade veio através dele!”, ressalta Afrodite.

“Mas não é com ele que eu vou tratar. E sim com quem, de fato, vai patrocinar nossa filha”, avisa ele. “Você quer falar com o contratante? É isso?”, pergunta. “Dê o recado ao olheiro. Ele que se encarregue de trazer o manda-chuva pra conversar comigo”, avisa o machão.



Veja Também