O Sétimo Guardião: Bebeto incentiva Diana a crer em sonho

Em papo emocionante, um irmão dá força ao outro contra preconceito do pai


  • 05 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


A cada dia, Diana (Laryssa Ayres) fica mais pessimista sobre o seu futuro no karatê. Tudo porque o pai, Nicolau (Marcelo Serrado), continua emperrando as negociações com o patrocinador.

Além da mãe, Afrodite (Carolina Dieckmann), que está sem falar com o marido, seu irmão, Bebeto (Eduardo Speroni), que também sofre preconceito por parte de Nicolau por causa da dança, que lhe força.

Essa sequência deve ser exibida no próximo dia 7 de janeiro.

O Sétimo Guardião: Stella e Aranha flagram a “nova” Mirtes

O Sétimo Guardião: Machado flagra Leonardo filmando Cássia

BEBETO À DIANA: “QUEM SABE SE O PAI TE ACEITAR COMO LUTADORA DE KARATÊ, UM DIA ME ACEITA COMO DANÇARINO?”

Nicolau alcança ovos que Afrodite coloca no liquidificador. “Vai continuar sem falar comigo, Afrinha?”, pergunta ele. Ela continua calada, fazendo a maionese. Um pouco afastado dali, Bebeto conversa com com Diana. “Você viu o patrocinador aqui no quiosque?”, quer saber a jovem.

“Vi, sim. Ele não era nada do que o pai achava”, conta Bebeto. “Fala logo como ele é, Bebeto!”, pede ela, ansiosa. “Seu Nicolau esperava um coroa, mas o cara é novo, boa pinta. Só tem um problema. É manco”, diz ele. “Isso não faz diferença... O pai nunca vai aceitar o contrato. Essa história de me deixar competir em torneio é tudo treta”, constata ela.

Bebeto tenta animar a irmã. “Quem sabe se você ganhar ele muda de ideia...”, diz ele, já que Nicolau foi convecido pelo patrocinador a assistir ao menos uma luta da filha, antes de tomar a decisão final. “Seu Nicolau só está adiando o inevitável”, deduz ela.

“Espero que não termine assim, minha irmã”, fala o dançarino. “Eu sei que você e mamãe torcem por mim de verdade...”, fala ela. “Torço mesmo. E sei que pode parecer um pouquinho egoísta, mas fico pensando... Quem sabe se o pai te aceitar como lutadora de karatê, um dia ele me aceita como dançarino?”, sonha o jovem.

“Queria muito acreditar que essa sua esperança não passa de uma enorme ilusão...”, fala Diana. “Então, acredite pra valer! Treine, entre no atame e só saia dele pra receber a medalha de campeã! Ganhe por nós dois, Diana”, pede ele. Emocionada, a carateca abraça o irmão.



Veja Também