Marcos Palmeira sobre a Dona do Pedaço: “Bela história de amor”

O protagonista Amadeu, ele diz ainda como é ser dirigido por Amora Mautner, mãe de sua filha


  • 20 de maio de 2019
Foto: Globo/João Miguel Júnior


Por Luciana Marques

*Veja a entrevista completa no vídeo, abaixo.

Um dos principais atores de sua geração, Marcos Palmeira, de 55 anos, tem um currículo sólido: mais de 45 trabalhos na TV, quase 50 no cinema e mais de 15 no teatro. Longe das novelas desde Velho Chico, em 2016 – ele fez também a supersérie Os Dias Eram Assim, em 2017 -, o ator está de volta aos folhetins, agora na pele do protagonista Amadeu, em A Dona do Pedaço. “Estou no ar também em Porto do Milagres. Acho que a vida está sendo bem generosa comigo”, constata.

Na nova trama das 9, de Walcyr Carrasco, com estreia nesta segunda, dia 20, ele é o grande amor de Maria da Paz (Juliana Paes). “Assim que se conhecem, descobrem que são de famílias rivais de justiceiros. Depois começa todo o drama da vingança... Mas eu acho que a intenção é contar uma belíssima história de amor”, aposta ele. Outra alegria para Palmeira é trabalhar com sua ex-mulher, a diretora artística da novela, Amora Mautner, com quem tem Júlia, de 11 anos.

Amadeu (Marcos Palmeira). Foto: Globo/João Miguel Júnior

Amadeu é um personagem do bem, né?

Isso aí só o Walcyr (Carrasco) pode responder, eu não sei se ele é o mocinho. É uma obra literalmente aberta, eu acho que dificilmente a personagem da Juliana Paes viraria uma bandida, ela será mocinha, mas o resto está tudo nas mãos do autor.

Tem essa relação de Romeu e Julieta, certo?

Sim, porque as famílias do Amadeu e da Maria são rivais. Mas tudo se desenrola no primeiro capítulo, o Walcyr não esconde muito. Ele propõe um negócio e depois ele desenrola, é muito criativo. Ele é capaz de ter as ideias mais doidas do mundo, e a gente tem que tentar transformar isso em algo crível, real. Esse é um exercício bem bacana.

 

Em intervalo das gravaões, com Juliana Paes e a ex, a diretora artística da trama, Amora Mautner. Foto: Globo/João Miguel Júnior

Você acha que a galera vai “shippar”, curtir o casal Amadeu e Maria da Paz?

Eu espero que sim, eu acho que a gente tem uma química bem legal. A Juliana é uma ótima parceira, parece muito comigo por estar sempre disponível no set, para fazer e para acontecer da melhor maneira possível. Eu acho que é isso que a gente está querendo, todo mundo ser bem feliz nesse trabalho. A novela já tem um peso, a gente não só trabalha enquanto está gravando, mas também fora. Então a gente quer fazer com que sejam 10 meses de muito prazer e que o público possa nos dar essa resposta curtindo.

 

Como é ser dirigido por sua ex-esposa (Amora Mautner), mãe da sua filha?

Eu acho maravilhoso, minha filha está nas nuvens. Ela está muito feliz de ver o pai e a mãe trabalhando juntos, para a gente também é um recomeço de uma nova história. Tem sido muito legal para mim também poder ser protagonista da Amora, em uma novela importante para ela. É importante para mim também e todos os atores que estão envolvidos, a gente poder resgatar o prazer do entretenimento em uma novela das 9 é muito legal. E esse é o momento das mulheres, elas são as ‘donas do pedaço’.

 

 

 

A Dona do Pedaço: O casamento de Maria da Paz e Amadeu

Juliana Paes explica quem é “A Dona do Pedaço” Maria da Paz

Juliana Paes, Reynaldo Gianecchini e Agatha Moreira lançam trama

 

 

 



Veja Também