Haja Coração: Carmela beija Adônis e faz Shirlei chorar

Por ciúmes dela com a mãe, jovem promete transformar a vida da irmã num inferno


14 de outubro de 2020

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Shirlei (Sabrina Petraglia) está na frente de casa dando comida para Minotauro, quando chega Adônis (José Loreto). “Queria ter a vida do Minotauro... Comidinha na boca... A vila inteira mima ele... Folgado!”, diz ele, que se aproxima para fazer carinho no cão. A moça lembra que no dia anterior ficou esperando ele na saída da faculdade para irem embora juntos. “Me esperou? Ah, esqueci, Shirlei. Foi mal”, responde ele, indiferente. “Tudo bem... Vocês alunos de Direito se acabam de estudar, né? Vou fazer faxina lá de novo na...”, conta ela, quando chega Carmela (Chandelly Braz). Ao vê-la, Adônis se ilumina. “Carmela?”, diz ele.

Shirlei, que nem imagina que a irmã acabou de levar um tapa na cara da mãe por falar mal dela e debochar do fato de ela ser manca, pergunta se tá tudo bem. “Tou com cara de que tá tudo bem?”, fala a jovem, que sai andando, sem nem olhar para a irmã. Adônis a chama. “Não quer dar uma voltinha mais tarde? Tomar um sorvete pra esfriar a cabeça?”, convida ele. Metida, ela fala que era só o que faltava tomar sorvete com ele. E vai saindo, até que volta. “Quer saber? Me leva daqui”, pede ela. Feliz, o rapaz pega a chave do caminhão. Chateada, Shirlei tenta ir atrás. “Aonde cês vão?”, quer saber. Os dois a ignoram e entram no veículo.

Um pouco mais tarde, Shirlei conversa com o irmão, Giovanni (Jayme Matarazzo). Ele conta sobre tudo o que acontece com Camila (Agatha Moreira), a perda da memória dela. “Aquela garota grossa, fria, cruel... Agora é doce,  educada, sensível. Como é que pode?”, ri ele. Shirlei fala que ele parece animado demais com essa história. O rapaz fica sério. “Teus olhos brilham quando cê fala da nova Camila”, constata. “Ficou louca, Shirlei? Eu adoro a Bruna. E imagina se eu vou me apaixonar pela mulher que estragou minha vida, eu, hein?”, fala ele. “Acho bom”, diz a moça, que logo se despede do irmão, que sai.

Nesse momento, o caminhão de Apolo (Malvino Salvador) estaciona na frente da casa dele. No volante, está Adônis, com Carmela ao lado. “Adorei passar o dia com você. Passou voando, né? “, fala. “Até que não foi tão chato”, diz ela. Ele brinca que ela entrou cheia de ódio no caminhã. “Eu tirei você do maior bode”, fala. A moça fala que não aguenta mais a mãe. “Nunca me valorizou. Só tem olhos pra Shirlei! Não percebe que sou muito melhor que ela!”, afirma. Nisso, Adônis se aproxima dela, sensual. “Isso já percebi há um tempão. Você é de longe a mais gostosa da família”, diz. Carmela a empurra e os dois descem do veículo. Ela anda rápido, mas o rapaz a puxa pelo braço. Antes de ela ir, ele pergunta se não vai ganhar nenhum beijinho. “Poxa, passei o dia com você. Mereço, não mereço?”, pede ele.

Carmela vai se soltar, quando percebe que Shirlei está escondida na frente de casa, vendo os dois. Aí Carmela muda o tom e se deixa beijar. Shirlei chora e entra na casa. Carmela larga Adônia. “Primeiro e último, otário! Quem beijou, beijou”, avisa. Shirlei está em prantos na sala, quando a irmã entra. Ela disfarça. Falsa, ela pergunta à irmã se tá tudo bem. “Estou com de dor de cabeça. Vou deitar um pouco”, fala ela, que sai. Carmela ri, maliciosa. “Dor de cabeça, né, Shirloca? Sei...”, fala ela, que olha o porta-retrato só com Shirlei. “Ah, mamãe... Se você não consegue me amar, tudo bem... Mas eu vou fazer a vida da sua queridinha um inferno!”, promete.

Haja Coração: Giovanni fica hipnotizado por Camila ao vê-la sair do coma

Haja Coração: Beto se encanta com a barraqueira Tancinha e a livra da prisão