Giovanni Dopico: “Vi como o preconceito é presente e tão ruim”

Intérprete do homossexual Santiago de Malhação fala dos aprendizados com o papel


  • 07 de dezembro de 2018
Foto: Vinícius Mochizuki


Por Redação

A estreia de Giovanni Dopico na TV já veio com um desafio e tanto. Ao dar vida ao homossexual Santiago de Malhação: Vidas Brasileiras, namorado de Michael (Pedro Vinícius), o ator protagonizou o primeiro beijo gay entre meninos na história da trama teen. “Me sinto honrado de fazer parte de um momento histórico na televisão”, avalia.

Carioca da gema, o ator de 23 anos iniciou na carreira artística aos 16 anos, quando fez um curso profissionalizante de artes cênicas. Desde então, atuou em peças como O Poderoso Chefão e Linha Amarela, O Mágico de Oz, Sabagaça e Cabare In

Santiago (Giovanni Dopico). Foto: Globo/Victor Pollak

Quando e por que decidiu ser ator?

Na verdade, eu nunca tinha pensado, foi muito sem querer e acabei me apaixonando.

Rita Guedes, em Malhação: "Papel diferente, gosto de ser desafiada”

Arthur Aguiar, em Malhação: “Legal olhar para trás e ver o que andei”

Já chegou a pensar que não conseguiria o seu espaço, algum vez cogitou desistir?

Sim, recebi muitos “nãos”. Mas não desanimava, seguia em frente!

Por que a opção de fazer faculdade de administração de empresas?

É o  meu plano 'B'. Acho que administração de empresas é ótimo e fundamental para qualquer pessoa, tem de tudo um pouco...

Você é novo e tem no currículo trabalhos bacanas no teatro. Qual a importância de estar no palco para você?

O teatro é a nossa grande escola, é o principal, é o contato com o público, o que considero fundamental durante a cena!

Foto: Vinícius Mochizuki

E como está sendo esta experiência de estrear na TV num produto tão visto como Malhação?

Está sendo maravilhoso, estou aprendendo demais!

O que mais tem instigado você ao viver o Santiago?

O desafio de viver um personagem tão diferente de mim.

E como foi protagonizar o primeiro beijo gay entre dois meninos na trama ?

Já tinha acontecido entre mulheres (em Viva a Diferença)! Mas me sinto muito feliz pela oportunidade de poder falar sobre um tema como este na TV! É uma honra fazer parte desse momento histórico da televisão!

Foto: Vinícius Mochizuki

O que você tem mais aprendido com o Santiago, toda esta questão que ele vive da relação com o Michael, do preconceito?

Consegui ver como o preconceito é presente, e é tão ruim... 

Que conselho você daria a um jovem que vive esse mesmo dilema de se assumir ou não para a família, como o Santiago?

Siga teu coração e coragem!



Veja Também