Giovana Cordeiro: “Sou grata! E agarro as oportunidades"

Na terceira novela em dois anos, ela conta que Moana agora deixará claro amor por João


  • 08 de março de 2019
Foto: Vinícius Mochizuki


Por Luciana Marques

Há um seleto grupo da nova geração de atores da Globo que não para de trabalhar. Além de serem apostas da emissora, estão mandando bem a cada novo desafio proposto. E Giovana Cordeiro, de 22 anos, é um destes casos. Desde uma participação de duas semanas em Rock Story, ela não parou mais. “Eu estudei muito para estar aqui e também agarro com unhas e dentes as oportunidades”, conta.

Após se destacar como a Cleo, de O Outro Lado do Paraíso, em 2018, ela já está no ar como a jornalista Moana, na trama das 7, Verão 90. A personagem, que já teve uma amizade colorida com João (Rafael Vitti), é quem dará a maior força para o jovem após ele deixar a prisão. E desta vez, ela deixará claro seus sentimentos por ele. E se Manuzita (Isabelle Drummond) der mole...

Moana (Giovana Cordeiro). Foto: Globo/João Cotta

O que você pode falar desta nova fase da Moana com o João?

A Moana não esconde que gosta do João. Ela ajuda ele sempre que pode, que não pode, que ele pede... Ela é parceira, amiga dele. Mas nessa nova fase ela vai deixar isso ainda mais claro. O que ela quer mesmo é que vire casal, né? Vamos ver se isso vai acontecer.

O que mais te instiga nesse trabalho?

Revisitar os anos 90, sendo que eu passei pouco por ele. Eu nasci em 96, não me lembro de muita coisa. Então essa pesquisa de como se comportava o jovem dos anos 90 é uma coisa que me interessa. A Moana já era uma personagem mais pra frente, ela tinha uma visão mais alternativa da coisa, ela é jornalista também, trabalhou num dos jornais mais conhecidos da época, faz frilas. É uma jornalista do bem, dedicada, está querendo aprender, sempre ligada para as pessoas respeitarem ela como profissional. 

 

 

Como é estar em uma novela assim, de época, mas de uma época que não é tão distante, mas sem todas essa tecnologias que temos hoje?

As pessoas quando tinham tempo livre procuravam coisas pra fazer. Hoje em dia não existe mais tédio, a gente mata isso no telefone. Na novela, que se passa na Zona Sul do Rio, a galera vai para a praia, pro baixo Leblon, vai surfar, tomar um chopp, se encontrar. Isso era muito legal, era uma década onde o jovem tinha muita potência dentro da música, na televisão. Hoje a gente tem ainda isso, essa voz forte, mas de uma forma diferente. Lá era uma liberdade que hoje em dia a gente tem, mas não tem. Porque lá as questões não eram tão politizadas. Hoje em dia, eu acho melhor nesse sentido porque a gente respeita, não tem a coisa de fazer piada, de falar qualquer coisa. É bom também porque como pessoa, a gente faz essa análise, vai vendo que as coisas mudam, a gente não precisa ficar presa. As coisas evoluem, outras atrasam, mas a gente vai aprendendo a lidar.

Em termos da moda, o que você está curtindo?

A Moana é bem confortável, ela sempre está de tênis. Eu também. Mas eu fico vendo o figurino da Camila Queiroz, que é lindo. Da própria Isabelle Drummond, que é divertidíssimo, megacolorido. A Moana, como ela é repórter, ela chega nos lugares, ela é mais neutra. A gente hoje em dia está muito com a moda dos anos 90. Os tênis, sneakers, calça alta, vestido com blusa, macaquinho, lenço, bandana, eu gosto muito.

Foto: Vinícius Mochizuki

Você agora já está na sua terceira novela, com um novo papel bacana. Como vê isso, porque não é todo o mundo que consegue vir marcando assim o seu espaço, né?

Eu estava conversando com o Caio Paduan sobre isso, porque é a minha terceira novela na Globo, e a terceira com ele. E o Caio falou: 'Você já parou para pensar que você foi fazer uma participação de duas semanas e está há dois anos sem parar de trabalhar?' E foi isso que aconteceu, graças a Deus. Eu entrei em Rock Story, fiz O Outro Lado do Paraíso, uma participação durante as férias em Malhação, muito legal, realizei um sonho, e agora já emendei aqui de novo. Eu estudei muito e agarro todas as oportunidades. E sou muito grata também por ter a possibilidade de trabalhar com muita gente que eu admiro. Eu falo, olha onde eu estou? Eu atuei com Fernanda Montenegro, agora com Claudia Raia, Dira Paes... Estou muito feliz, muito feliz mesmo!



Veja Também