Flor do Caribe: Ester sai de casa com os filhos e Alberto surta

Ela dá tapa na cara e chama o ricaço de canalha por nova armação contra Cassiano


  • 15 de outubro de 2020
Foto: Reprodução Globo/Montagem


Depois de ver Cassiano (Henri Castelli) novamente preso injustamente, por conta de nova armação de Alberto (Igor Rickli), ela toma uma decisão difícil: sair de casa com os filhos. E é exatamente enquanto o vilão avisa, feliz, Dom Rafael (César Trancoso), por telefone, que a “encomenda” (Cassiano) está sendo levada de volta à Guatemala, que Ester irrompe a sala dele na empresa. Enfurecida feita uma leoa, ela se aproxima do marido e dá um tapa na cara dele. “Você ta louca?”, diz ele, meio zonzo. “Devia tá mesmo, quando fiz um trato com um mau caráter como você! Agora também não te devo nada! Acabou! Fim!”, atesta. Ester começa a tirar o anel do dedo, raivosa. “Ester!”, diz ele, perplexo.

E ela continua falando, firme. “Ou passou por essa tua cabeça doente que podia descumprir a tua parte no acordo que eu ia cumprir a minha? Docemente?! Você me subestimou, Alberto! Me subestimou demais...”, afirma. Nisso, ela atira longe o anel com toda a forma. “Canalha!”, acusa ela, que sai como entrou, furiosa. Alberto fica sem fala, passado e sem ação, com a mão no telefone. Ester chega na mansão, aos cacos. “Zuleika! Doralice! Vocês duas!”, chama. “Que foi, Ester?!”, quer saber Doralice (Rita Guedes), já preocupada. Ela pede ajuda das duas para arrumar rapidamente tudo o que for de Laurinha e de Samuca (Vitor Figueiredo). “O que está acontecendo, Ester? Você e o Alberto...”, fala Dora.

Ester confirma. “É, Doralice! Eu e as crianças não vamos ficar mais um dia dentro desta casa, vivendo ao lado do canalha, do psicopata do Alberto!”, fala, surpreendendo Doralice e Zuleika. Nisso, entra Samuca no quarto e quer saber por que ela está arrumando a mala. “Nós vamos mudar de casa. Depois eu explico direito, meu amor. Não discute com a mamãe agora que eu tô sem tempo. Faz um favor pra mim? Toma conta da Zuzu pra ela não esquecer nada seu, nenhum brinquedo, tá bom?”, pede ela, carinhosa. Mesmo em entender nada, ele concorda. Em seguida, Guiomar (Claudia Netto) também percebe algo estranho acontecendo. E pergunta o que houve à Ester. “Vou, vou viajar de volta pra minha origem, pra minha vida de verdade! Eu vou embora daqui, Guiomar, pra sempre”, fala.

Guiomar diz que percebia que o casamento dela e de Alberto não estava essas cosias, mas não esperava uma separação. “Tem muita coisa que você não sabe...”, fala Ester, calma. “Tenho pra mim que o meu filho fez alguma cois... alguma coisa muito grave”, sente. “Acertou, Guiomar. Lamento informar, mas a criação que seu filho recebeu do Seo Dionísio fez dele um doente mental”, afirma. Momentos depois, até Lindaura (Angela Vieira) e Samuel (Juca Oliveira) já chegam na mansão para ajudar na mudança da filha. Ao perceber que há algo muito estranho no ar, Guiomar vai até a fábrica. E irrompe na sala do filho. “Nem se dê ao trabalho de sentar porque você tá de saída! É só o tempo de eu te dizer uma coisinha, grava bem: da próxima vez que tiver a infeliz idéia de aparecer aqui, eu chamo os seguranças pra te jogarem na rua!”, ameaça ele.

Guiomar é irônica. “Que bom poder contar com seguranças pra resolverem os teus problemas! Por que você não chama eles agora? Quem sabe eles não conseguem trazer a sua mulher de volta?”, fala. O ricaço parece não entender. “O que você tá dizendo?”, quer saber. “Que a sua mulher foi embora de casa! De mala e cuia! E levou as crianças com ela!”, conta. Alberto fica catatônico, passado, sem reação. Depois de assimilar a informação, ele tem um ataque de fúria. Quebra tudo a sua frente, está com os olhos virados, desorientado. Guiomar se assusta. Ao ouvir o barulho, Hélio (Raphael Viana) entra na sala e tenta conter o vilão. “Alberto! Calma, Alberto!”, diz. “Me larga! Me larga!”, se debate ele.

Até que Hélio consegue imobilizá-lo. O ricaço está ofegante, perdido, parece um animal abatido. “Ester!...”, fala. Hélio diz que irá buscar um tranquilizante e pede para Guiomar cuidar dele. “Se não for de tarja preta quero um também, por favor...”, pede. Ela senta ao lado do filho, catatônico, e agora, mostra-se mesmo preocupada. “Alberto, você não ta sozinho. Sua mãe ta aqui, meu amor...”, fala. Ela ameaça fazer um carinho nele, mas recolhe a mão, temendo um reação. Mas é surpreendida ao vê-lo se encolher no sofá, colocando a cabeça no colo dela. Feito uma criança, ele chora, chora.

Flor do Caribe: Natália e Juliano reatam e fogem para namorar em “paraíso”

Flor do Caribe: Hélio confessa que foi ele quem atropelou casal

 



Veja Também