Êta Mundo Bom!: Sandra se dá mal e ganha inimiga dentro da mansão

Ameaçada de demissão, Quitéria surpreende ao chantagear a patroa


  • 31 de julho de 2020
Foto: Reprodução Globo


Sandra (Flávia Alessandra) pensa que está se dando bem após roubar toda a fortuna de Anastácia (Eliane Giardini), mas aos poucos ela vai encontrando inimigos poderosos. Primeiro, levou uma rasteira do irmão, Celso (Rainer Cadete), que agora está ao lado da tia para que ela recupere os bens perdidos. Agora, até dentro da própria mansão, ela tem que ficar pianinha para ganhar o silêncio de Quitéria (Kenya Costta). Durante uma noite em que janta com Ernesto (Eriberto Leão), ela percebe a chegada de Araújo (Flávio Tolezani) e, imediatamente, ordena que o pintor se retire.

Mas assim que o advogado entra e se senta na mesa, ele estranha que tem um outro prato servido. “Quem estava aqui, era um homem, Sandra?”, indaga ele. A malvada desconversa, conta que estava se sentindo sozinha, enrola, até que ele fica cada vez mais desconfiado. Nesse momento, Sandra abraça Quitéria. “Quitéria estava comigo”, fala ela, surpreendendo a empregada. “Ela trabalha aqui há anos e hoje ela fez um suflê delicioso, não foi? Quitéria é praticamente uma amiga pra mim, não é Quitéria querida”, fala a falsiane, que dá um beijo no rosto da funcionária.

A doméstica acaba entrando no jogo da patroa. “É assim como dona Sandra está dizendo, doutor Araújo”, afirma ela. “Eu sinto muito, é que tanta coisa passou pela minha cabeça”, desculpa-se ele, para a alegria da cínica Sandra. Eles acabam indo até um restaurante, onde a vilã flagra Ernesto acompanhado de uma moça. Ali ela disfarça a raiva, mas ao chegar em casa fala a si mesma, fula, diante do espelho na sala. “Ernesto, Ernesto, como pode fazer isso comigo?”, diz. Nesse momento, Quitéria se aproxima e pergunta se ela a chamou. “Não, tire essa cara pavorosa da minha frente”, fala.

Quitéria fica sentida. “Não me ofenda! Ainda pouco me usou a mentir para o doutor Araújo. E que tonto ele é. Acreditou que me convidaria para sentar à mesa”, afirma ela. Desconcertada, Sandra berra com a funcionária. “Cale-se! Ou melhor, faça as suas trouxas e vá embora daqui. Melhor assim. Assim, não corre o risco de cometer qualquer deslize diante do doutor Araújo”, diz. Eis que a malvada é surpreendida com a resposta. “Não vou”, diz Quitéria. Sandra se vira e a fuzila com o olhar. “Como? Você foi demitida. Vá embora daqui. Rua!”, grita.

A doméstica toma coragem e dá o seu recado. “Eu sei aonde o doutor Araújo mora. Se me demite, eu vou até a casa dele e conto com quem estava aqui”, ameaça. Sandra afirma que ela está fazendo chantagem. “Chame do que quiser”, rebate Quitéria. A malvada se vira, sabendo que perdeu o jogo. “Você fica! Por ora saia da minha frente, não suporto mais olhar para a sua cara”, fala. A funcionária diz que irá deitar-se, mas antes ainda dá um outro recado à patroa. “Ah, sim, eu exijo um aumento de salário ou eu conto tudo. Boa noite”, diz ela, que sai da sala. Furiosa, Sandra quebra copos que estão numa mesa. “Ai, que ódio, que ódio dessa empregada”, grita.

Êta Mundo Bom! O reencontro emocionante de Candinho e Filó

Êta Mundo Bom! Celso descobre desfalque na fábrica: “Doutor Araújo é o ponto fraco”

 



Veja Também