Êta Mundo Bom!: Anastácia fica frente a frente com o pai milionário de Candinho

Ela encontra Ernani com a ajuda do detetive Jack e faz a grande revelação


  • 02 de agosto de 2020
Foto: Reprodução Globo/Montagem


Mesmo sabendo que Anastácia (Eliane Giardini) não tem mais dinheiro para lhe pagar, o detetive Jack (David Lucas) a procura com um outro mistério desvendado: o paradeiro do pai de Candinho (Sérgio Guizé). Ele alega que ela já lhe pagou todo o serviço que fez quando tinha a sua fortuna e a entrega um papel com o endereço onde ele deve estar no dia seguinte. A única informação é de que ele mora fora do país, mas vem durante temporadas a São Paulo trabalhar no escritório de importação e exportação. A ex-milionária hesita se o procura ou não, e ainda tem que lidar com o ciúmes de Pancrácio (Marco Nanini).

Eis que ela se arruma toda e decide ir até o escritório dele. Quando Candinho a pergunta onde vai, ela desconversa. Ao chegar na frente da secretária, ela diz que prefere não se identificar, mas que tem algo muito importante a dizer a Ernani (Leopoldo Pacheco). O empresário a recebe em sua sala. “Não me reconhece... Vejo que não está lembrado de mim”, diz ela. “Perdão, o seu rosto me é familiar. Lembrar quem é, realmente não me lembro”. Ele explica que vive há muito tempo na Inglaterra e passo pequenas temporadas no Brasil por conta de sua emprega. “Devo estar sendo traído pela memória”, diz. “O senhor me conheceu há muito, muito tempo atrás”, conta Anastácia.

Ernani quer saber quanto tempo. “Uma vida toda, acredite”, afirma ela. Ele diz que a conversa, então, deve ser importante. “Eu lhe peço perdão por perguntar o seu nome. A senhora avisou a secretária que preferia não dizer”, fala. “Meu nome é Anastácia”, diz. O empresário fica em choque. “Anastácia? Eu conheci apenas uma em minha vida. Uma moça, sim Anastácia, foi há muito tempo. Não há de ser a senhora, era uma moça que vivia na fazenda, filha de um barão”, afirma. “Filha de um barão, exatamente”, confirma ela. Mas ele ressalta que a Anastácia que conheceu era uma moça do campo. “A senhora é claramente uma mulher da cidade, sofisticada. Aquela era uma moça ingênua, eu nunca mais a vi”, garante.

ERNANI FICA AFLITO PARA SABER SOBRE A CRIANÇA: “ERA MENINO OU MENINA? UMA PALAVRA SUA ACALMARÁ MEU CORAÇÃO”

Anastácia o surpreende afirmando que é ela, sim, aquela moça. “A mesma Anastácia que um dia o amou. E que hoje o senhor sequer reconhece”, fala. “Eu estou absolutamente constrangido, eu lhe peço milhares de desculpas”, diz. Ela fala que não é necessário porque realmente faz muito tempo. “Agora que disse o seu nome, eu a reconheço pelo olhar. Os olhos são as portas da alma, tem no rosto duas janelas abertas e lá dentro eu vejo a Anastácia de meu passado”, fala. Ela faz questão de dizer que aquela Anastácia não existe mais. “Embora eu me lembre do encanto que as suas palavras provocavam no meu coração”, admite.

Ernani afirma estar muito emocionado. Logo ele quer saber o que ela tem de tão importante a falar. “Eu estava grávida quando me abandonou, deve-se lembrar disso com certeza”, fala. Ele garante que até hoje se envergonha daquele episódio em sua vida, de ter fugido. Anastácia revela que teve o filho sozinha, ajudada pela mãe e por uma empregada. “Durante toda a minha gravidez, eu esperei ansiosamente o seu retorno. Esperei que me pedisse em casamento, eu tinha tanto medo do meu pai”, fala. Ernani conta que teve medo da fama do pai dela na região, ainda mais tendo manchado a hora da filha. “Diga-me, o que houve com a criança que esperava?”, quer saber ele.

A ex-milionária conta que o pai pediu que jogassem a criança num precipício, mas uma empregada impedia que isso acontecesse, colocando o bebê dentro de um cesto e jogando no rio. Atônito, ele quer saber se a criança sobreviveu. “O meu coração está aos saltos”, diz. Ele também revela tê-la procurado na fazenda anos depois, mas sem sucesso. Anastácia conta que se mudou com para São Paulo, ela se casou e os pais faleceram. “E a criança? Era menino ou menina? Se veio até aqui era algo sobre nosso filho. Uma palavra sua acalmará meu coração”, fala ele, aflito. “Nosso filho está vivo. Ele se chama Candinho”, conta ela. Ernani sorri, encantado com aquela que parece ser a melhor notícia recebida por ele nos últimos tempos.

Êta Mundo Bom!: Sandra se dá mal e ganha inimiga dentro da mansão

 

Êta Mundo Bom! O reencontro emocionante de Candinho e Filó



Veja Também