Espelho da Vida: Cris descobre “vida passada” de Vicente

Jovem fica feliz ao saber identidade do amado de Margot nos anos 30


  • 19 de dezembro de 2018
Foto: Globo/Vicottor Pollak


Mais uma descoberta sobre a vida nos anos 30 deixa Cris (Vitória Strada) feliz da vida.

Agora, ela ficou sabendo a identidade de Vicente (Reginaldo faria) em mais uma de suas “viagens ao passado”. Essa sequência começa a ser exibida a partir desta quarta-feira, dia 19 de dezembro.

Espelho da Vida: Alain quer preparar Mariane para fazer Julia

Espelho da Vida: Vicente faz revelação a André sobre Danilo

CRIS FICA EM CHOQUE AO SABER QUE AUGUSTO, PAI DE DANILO, É VICENTE, O AMOR DE MARGOT

Cris/Julia participa nos anos 30 de um coquetel na casa de Hildegard Breton (Irene Ravache), junto de seu amor, Danilo (Rafael Cardoso). A jovem percebe que já está na hora de ir embora. “Fica só mais um pouquinho, por favor. Quero muito que conheça meu pai”, diz Danilo.

A jovem surpreende-se. “Seu pai? Não sabia que Hildegard era casada”, fala. “E não é, é desquitada. Mas eu tenho um pai, ora. Ou você acha que nasci ao acaso?”, ri Danilo. “Não foi isso que eu quis dizer, desculpe”, fala ela. “Papai mora em Paris há muitos anos. Chegou esta manhã. Mas tenho quase certeza de já ter lhe contado essa história, meu amor”, afirma ele.

“Viu como está minha cabeça? Não quero o coronel desconfiado, preciso agir com cautela. Será que não posso conhecer seu pai outra hora? Não posso me demorar”, diz Cris/Julia. “E não vai precisar. Augusto Breton acaba de chegar!”, avista ele.

Danilo sorri, e quando Cris/Julia se volta para olhar, ela congela. Quem chega e é recebido com um beijo por Hildegard é nada mais nada menos do que Vicente, amor de Margot, o Augusto nos anos 30.

AUGUSTO AO CONHECER CRIS/JULIA: “QUE LINDA JOVEM, MEU FILHO! COMO VAI, JULIA? DANILO ESTÁ TOTALMENTE PERDOADO POR ABANDONAR PARIS...”

Tentando se conter com a surpresa, Cris/Julia vê Danilo abraçar o pai. “Que prazer em ver o senhor, meu pai!”, fala o pintor. “Você me abandonou em Paris, filho ingrato! (brinca)... Sinto sua falta”, diz Augusto.

Hildegard chega ali perto. “Não fui eu que roubei nosso filho de você, Augusto querido... (ela abraça Cris) Foram esses lindos olhos de jabuticaba. Esta é Julia, a amada de Danilo”, apresenta ela.

“Como vai, senhor?”, diz Cris/Julia. Ele beija a mão dela, e a jovem está ali, ainda trêmula com mais esta descoberta. “Cada vez melhor!... Que linda jovem, meu filho! Como vai, Julia? Danilo está totalmente perdoado”, diverte-se Augusto.

“Julia é uma grande amante das artes”, conta Danilo ao pai. “Só não pedi que posasse para mim porque nosso amigo Guignard pediu primeiro...”, connta Hildegard. “A prerrogativa é minha, o próprio Alberto concordou. Aliás, a obra já está em andamento, não é, meu amor?”, revela Danilo.

Cris/Julia faz que sim com a cabeça, e recebe um carinho de Danilo, ainda fascinada ao ver a figura de Augusto.



Veja Também