Bom Sucesso: Nana escorraça Diogo ao saber de traição

Eugênia e Vera pressionam vilão e ele faz revelação à esposa


  • 03 de novembro de 2019
Foto: Globo/João Cotta


Demorou, mas finalmente o vilão Diogo (Armando Babaioff) começa a se dar um pouco mal em Bom Sucesso. Até porque ele será escorraçado por Nana (Fabíula Nascimento) após contá-la sobre a traição.

É que depois de ser flagrado aos beijos com Jeniffer (Nathalia Altenbernd) na loja Chic por Silvana (Ingrid Guimarães), um novo flagra é feito por Eugênia (Helena Fernandes). E no fim das contas, ele é praticamente obrigado a revelar o caso à esposa. Imaginem quando ela souber sobre a fiel secretária Gisele (Sheron Menezzes).

Essa sequência está prevista para ser exibida no dia 15 de novembro.

VERA COLOCA DIOGO CONTRA A PAREDE: “É O SEGUINTE: OU VOCÊ CONTA, OU QUEM VAI CONTAR A VERDADE SOU EU. AGORA!”

Após flagrar Diogo aos beijos com Jeniffer em sua loja, Eugênia dá um dia para o pilantra revelar suas “puladas de cerca” à esposa. O vilão ainda tenta dar um jeito de se safar, mas ao chegar na editora, Vera (Angela Vieira), mãe de Eugênia e nova diretora de marketing da empresa, o coloca contra a parede. “É o seguinte: ou você conta, ou quem vai contar a verdade sou eu. Agora!”, fala. Os dois olham para a sala da Nana, no momento em que a porta se abre e a executiva sai.

Nana acena para Diogo, com um sorriso inocente e não entende a expressão tensa dele. Logo, ela o chama a sua sala. De sua mesa, Mario (Lucio Mauro Filho), que sabe de toda a história, e Gisele (Sheron Menezzes), acompanham toda a movimentação. Diogo entra na sala, estranho. Logo diz à mulher que está exausto e pede uma massagem. Depois ele fala para a Nana que gostaria de ficar trancado o dia todo ali com ela.

Mas Nana não quer saber do papinho dele. “Você decidiu que não quer trabalhar e também não tá me deixando. Eu tô com a agenda cheia. Vai pra casa, então. Mas me dá licença”, fala ela. Nisso, Nana se levanta e segue para a porta. Diogo fica assustado e a impede de sair. “A gente precisa conversar”, diz ele. “Sobre?”, pergunta ela. Sem coragem, ele desconversa e inventa que quer saber sobre a ultrassonografia do filho.

Nana responde sobre a data do exame, mas diz precisa sair da sala para resolver um problema. Ela abre a porta e dá de cara com Vera. “Oi, Nana, posso entrar?”, diz a diretora. “Não!”, grita Diogo. Nisso, o pilantra bate a porta na cara de Vera e Nana estranha. “Diogo, tem alguma coisa errada com você. Me fala! O que tá acontecendo?”, quer saber. Nesse momento, o vilão toma coragem. “Seja o que Deus quiser! ... Eu te traí, Nana! Me perdoa?”, diz ele, todo medroso, diante de uma Nana assustada.

NANA SE DESCONTROLA: “SAI DA MINHA FRENTE, DIOGO. EU NÃO CONSIGO MAIS OLHAR NA SUA CARA”

A executiva fica paralisada diante do marido após a revelação. “Acho que eu não entendi direito. O que você falou?”, pergunta. “Eu fui fraco! Eu tava inseguro, carente, fui na Chic comprar uma lingerie pra você, pra ver se apimentava a nossa relação e...”, conta. “E?”, quer saber ela. “Acabei beijando uma vendedora!”, fala. “Como é que é?”, indigna-se Nana. “Me desculpa! Mas desde que você ficou grávida a gente quase não transa, foi físico, sabe?”, diz ele. “Não”, rebate ela.

Cínico, ele conta que foi praticamente agarrado pela jovem. “Eu sei que isso não justifica...”, diz. “Nada do que você disser justifica essa traição!”, afirma Nana. “Peraí. Você também já me traiu, e eu perdoei!”, lembra ele. “Foi completamente diferente! Eu tava confusa, achando que sentia alguma coisa pelo Mario!”, diz ela. “Isso não é muito pior?”, argumenta ele. “Diogo, você pegou uma vendedora na loja da minha amiga! Que nojo! Foi a loira ou a morena?”, quer saber.

Diogo confessa que foi a loira. “Falsa loira. Faz diferença?”, pergunta. “Não. Sai daqui!”, pede ela. “Nana, me ouve. Eu tenho que conviver todos os dias com o Mario, mesmo sabendo que foi com ele que você me traiu. Duas vezes! E é ainda mais grave, porque você acabou de me dizer que achava que tava gostando daquele maluco. Já aquela vendedora não significa nada pra mim!”, diz. “Sai da minha frente, Diogo. Eu não consigo mais olhar na sua cara!”, afirma ela. “Por tudo que a gente já viveu!”, insiste ele. “Sai da minha sala”, repete ela.

O vilão ainda tenta argumentar que eles já superaram dificuldades. “Eu te imploro!”, fala. “Sai!”, grita Nana, já totalmente descontralada. Perplexo, ele entende que é melhor obedecer. E sai da sala como um cão escorraçado. Já Nana desaba em sua cadeira. Gisele se surpreende ao ver o amante sair, transtornado. Mario e Vera, lado a lado, percebem que a coisa foi feia. “Aconteceu! Eu vou falar com a Nana”, diz Mario. Mas Vera o impede. “O que a Nana precisa agora é absorver o golpe. E acredite, ela não vai querer testemunhas pra sua dor”, diz. Nesse momento, eles veem Nana fechando as persianas. E ali ela chora, arrasada.

Bom Sucesso: Vera diz que Vicente no fundo é um romântico que sofre por amor

Bom Sucesso: Marcos pede Paloma em namoro



Veja Também