Bom Sucesso: Mario se declara e diz que deseja viver junto de Nana

Executiva fica balançada com beijo, mas esfria pretensões do poeta


  • 09 de setembro de 2019
Foto: Reprodução Globo


A durona Nana (Fabíula Nascimento) finalmente amoleceu um pouco o seu coração para a alegria do apaixonado Mario (Lucio Mauro Filho).

O poeta alegrou o dia da executiva relembrando um programa que faziam no passado: piquenique. Depois de boas lembranças e risadas, eles se beijam. Mas apesar de gostar, a empresária joga água fria nas intenções do rapaz.

Essa sequência deve ir ao ar nesta semana que inicia hoje, 9 de setembro.

MARIO ZONZO APÓS BEIJAR NANA: “SABE HÁ QUANTO TEMPO EU SONHO COM ESSE BEIJO?”

Em meio a barulhos de trovões, Nana e Mario se beijam. Quando se afastam, o poeta olha para Nana, zonzo. “Sabe há quanto tempo eu sonho com esse beijo?”, diz. “Desde a quinta série?”, diverte-se ela. “Ainda bem que só rolou agora. Naquela época eu beijava muito mal”, fala ele. Nana provoca de Mario. “Quem falou que você beija bem? (risos) Tô brincando. Eu gostei, sim. Principalmente, de relembrar o passado”, admite ela.

Ele diz que também adorou. “Mas agora eu quero curtir o presente. Juntos”, avisa ele. Nisso, a executiva lhe dá um freio. “Para, Mário! Foi só um beijo, uma coisa de momento. Fiquei imaginando o que a minha vida podia ter sido e...”, fala ela. “Pode ser ainda. O que a gente quiser”, diz ele. “Só que eu não quero!”, afirma Nana. “Por quê?”, quer saber ele.

Nana diz que é tarde demais. “Não é um beijo que vai mudar minha vida, as escolhas que eu tive que fazer. Certas ou não, elas são o que eu sou hoje”, constata. “Discordo. Um beijo pode mudar o mundo”, afirma ele. “Você é um romântico incurável. Não é a toa que é poeta”, diz ela. Ele pondera. “Que vive de traduzir, editar e escrever livros pros outros. Foi pra onde a vida me levou. Mas sempre acredito que tem uma outra opção”, fala.

A empresária avisa que ela não é essa opção. “E a próxima vez que você mentir pra mim, eu te mato!”, avisa. “Não sei se fico com medo ou mais apaixonado”, brinca ele. Nana fala que é hora de ir embora. “Eu tenho uma editora pra tocar! E por favor, Mario, não comenta nada disso com ninguém”, pede. “Acho melhor ninguém saber mesmo. Principalmente seu marido violento...”, lembra ele.

Ela diz que Diogo não é violento. “Quem é violenta sou eu - se você ficar de palhaçada”, avisa ela, que segue até o carro. Mario corre atrás dela. “Um último beijo? ... Dá, pelo menos, uma carona!”, implora.

Bom Sucesso: Paloma ganha primeiro salário e surpreende Alberto com beijo

Bom Sucesso: Marcos tenta seduzir Paloma



Veja Também