Bom Sucesso: Alberto implora ajuda de Vera para dar fim a seu sofrimento

Angustiado, ele diz não aguentar mais passar pelo processo terminal de sua doença


  • 17 de dezembro de 2019
Foto: Globo/João Cotta


As perdas de memória constantes estão deixando Alberto (Antonio Fagundes) cada vez mais angustiado.

Tanto que ele chega ao limite de pedir a Vera (Angela Vieira) ajuda para tirar a própria vida.

Essa sequência deve ser exibida a partir do dia 24 de dezembro

SOFIA PARA O AVÔ ALBERTO: “TODO DIA DE MANHÃ CEDINHO, EU VOU ESCREVER NA SUA MÃO, QUEM É VOCÊ E QUEM SÃO AS PESSOAS MAIS IMPORTANTES DA SUA VIDA”

Após nova perda de memória, Alberto conversa com Vera e a neta, Sofia (Valentina Vieira), sobre uma forma de amenizar todos esse sofrimento dele. “Por que não gravar no seu celular um... Quem é Alberto Prado Monteiro?”, sugere Vera. “Quem sou eu?”, diz ele. “Isso. Você conta quem é você, fala das pessoas mais importantes da sua vida, pode colocar umas fotos pra facilitar, e quando quiser lembrar, é só consultar”, fala.

Sofia, porém, pondera. “E como ele vai lembrar que existe essa gravação, se ele tiver sem memória?”, fala. Alberto e Vera se entreolham. “É uma boa pergunta”, diz a diretora de marketing da editora Prado Monteiro. “Bem pertinente” , concorda o empresário. “Eu tenho uma outra ideia. Lembra que a Alice no País das Maravilhas sempre encontrava uns bilhetinhos com mensagens tipo “beba-me” e “coma-me”? Então, a gente podia espalhar uns  bilhetinhos aqui pela biblioteca tipo: “leia- me”, “ouça-me”, coisas assim”, propõe a menina.

Alberto curte a ideia. “Ou então, “em caso de esquecimento, Alberto, ouça a gravação que está no seu celular que fica na primeira gaveta à direita na sua escrivaninha””, fala. “Isso mesmo!”, festeja Sofia. Logo a menina está entusiasmada, colando bilhetes em vários lugares da biblioteca. “Agora você vai lembrar de tudo. Mas eu tenho uma outra ideia. Todo dia de manhã cedinho, eu vou escrever na sua mão, quem é você e quem são as pessoas mais importantes da sua vida”, diz a garota.

Alberto diz achar uma ótima ideia. “Unindo nossas forças, nós seremos imbatíveis!”, afirma Vera. “Então, estamos combinados”, festeja Sofia, que sai saltitante.

ALBERTO PEDE AJUDA A VERA PARA TIRAR A PRÓPRIA VIDA: “EU NÃO QUERO FICAR A MERCÊ DA DEMÊNCIA, CHEIO DE MAZELAS... PRA MIM ISSO NÃO É VIDA”

Já a sós com Vera, o semblante de Alberto muda. E ela logo percebe. “O que foi, Alberto?”, quer saber. “Eu não vou conseguir”, admite ele. “O que você não vai conseguir?”, pergunta. “Viver desse jeito, definhando aos poucos sem memória, com o corpo se desfazendo cada vez mais”, fala. “Você ainda tem tempo, Alberto... um tempo precioso”, afirma ela. “Não quero viver sem minha dignidade. Por favor. Vera, se eu quiser acabar com esse sofrimento, você me ajuda?”, pede ele.

Vera estranha. “Te ajudar a...?”, diz. “Me matar. Você faria isso por mim?”, pergunta. “Que loucura é essa, Alberto? Eu jamais ajudaria você a fazer isso”, garante ela. “Eu só te pedi, porque sei que ninguém da minha família vai conseguir”, constata ele. “É claro que não! Eles te amam e querem ficar com você até o fim. Eles têm esse direito”, diz ela. “Mas eu tenho direito de ter controle sobre a minha morte. Eu não quero ficar a mercê da demência, cheio de mazelas... para mim isso não é vida”, afirma ele.

Vera tenta acalmá-lo. “Alberto, você foi uma pessoa que se acostumou a comandar e a controlar tudo, mas tem certas coisas que a gente não controla. É o seu caso atualmente. Você tem que se preparar pra enfrentar essa batalha com dignidade”, diz. O empresário, então, ri. “Dignidade! Essa é muito boa! Se algo vai me faltar daqui pra frente, é dignidade”, constata. “Bem, eu estou disposta a estar ao seu lado, segurando a sua mão, mas não me peça pra cortar os seus pulsos. Isso nunca!”, avisa ela.

Nisso, o empresário lhe faz uma pergunta. “Vera, você me ama?”, quer saber ele. “O suficiente pra ficar com você enquanto isso durar”, diz. “Não vai demorar, meu amor”, fala ele. “Então que seja infinito enquanto dure”, emenda ela. E os dois se entreolham, cúmplices.

Bom Sucesso: Gabi “apaga” e desespera Vicente e amigos

Bom Sucesso: Nana assume romance com Mario na editora



Veja Também