Anitta mostra várias facetas em Dentro da Casinha: “A hora em que sou a estrela é o mais legal”

Cantora dirige, roteiriza, produz, opera câmera e luz, canta e dança em novo programa do Multishow


  • 14 de maio de 2020
Foto: Divulgação


Por Luciana Marques

Anitta é das artistas brasileiras da atualidade que, além de fazer sucesso atrás de sucesso, está sempre encontrando uma maneira de se reinventar. No momento em que a maioria dos colegas cantores apresentam lives, ela inova ao estrear o Anitta Dentro da Casinha, sua nova atração no Multishow, no ar a partir desta quinta, dia 14, às 23h. “Acho bacana a live, o musical, mas já tem muita gente fazendo. E eu acredito que as pessoas estão carentes de ter um programa ao vivo, que seja de entretenimento, para espairecer a cabeça neste momento difícil", disse ela, em coletiva online. 

Na atração, transmitida a partir do terceiro andar da casa da estrela e todo ornamentado para o programa, Anitta assina a direção, o roteiro, a criação, além de operar câmera, luz, cantar e dançar. Três amigos que estão hospedados em sua residência, a ajudam nas tarefas. “Eu gosto de criar, jogar a ideia, deitar e dormir (risos). Mas colocar ela em prática é o babado, uma doideira. Eu já me arrependi várias vezes... Mas eu só falo isso, porque depois de ver pronto, eu gosto”, contou.

Com seis episódios, o programa mostrará conteúdos gravados e entradas ao vivo, e será exibido sempre às quintas. A cada semana, a atração terá convidados especiais para quadros de humor e música. Entre as surpresas, performances musicas de Anitta e duetos virtuais com outros cantores, com versões acústicas ou à capela. 

MOTIVAÇÃO PARA O PROGRAMA – “Eu estava amando ficar sem fazer nada, estava uma delícia, mas eu acho que as pessoas estão precisando de entretenimento, de coisas para relaxar. Eu vejo também muito da minha audiência no Instagram, até artistas falam que assistem as minhas lives. E a TV está carente de coisas assim, para as pessoas espairecerem, porque está essa preocupação com o corona e com a política do brasil, está deixando todo o mundo preocupado. E se não tiver alguma coisa para te desligar disso, você fica paranóico. É um projeto em prol de entreter, distrair as pessoas, é o que o povo está precisando nesse momento.”

FAZER MAIS COM MENOS – “Eu já sei disso há muito tempo. Eu sou a rainha de cortar os orçamentos. Isso é um negócio que eu já sei trabalhar com essa realidade. O povo é que tem que entender ao redor. Aí eu vou poder falar, viu, na quarentena eu fiz isso, isso e isso e não tinha isso. Por que agora vocês querem colocar a equipe do tamanho do mundo? Vou usar isso muito pra convencer as pessoas a gastarem menos nesses negócios caros que me mandam. Só falar que é para mim, tudo fica caro, tudo fica gigante.

ANITTA VÁRIAS FACETAS – “Produzir o programa é uma coisa de doido. Tem hora que eu tenho vontade de dar um grito. Montar luz, enviar os arquivos, olhar o roteiro, não tem ninguém para me explicar, tenho que ler. É uma coisa que eu estou batendo muita palma para quem faz isso nos programas e no clipe. É muito chata, me arrependo nessas horas. A hora que eu sou a estrela, que eu tenho que interagir, é a hora mais legal.”

"PROJAC" EM CASA – “Eu comprei muito equipamento pela internet. Eu estou a própria Globo, o próprio Projac no terceiro andar. Eu tenho luz, microfone, caixas de transmissão, mas demora, demora para montar, ainda mais que eu não tenho esse conhecimento todo. Eu canso, desisto, deixo para o dia seguinte. Agora tendo tudo é fácil. Só vem uma van, que fica ali fora para a transmissão. Aí fica eu e o meu povinho aqui de casa fazendo ali em cima.”

PLANOS PÓS QUARENTENA – “A gente não sabe quando isso vai acabar. A gente fez plano, desfez, fez outro, desfez, eu falei, chega. Não vou ficar perdendo tempo fazendo meu plano, aí estende, depois tem que mudar tudo. Aí eu vou esperar, quando acabar, a gente pensa. Porque não dá nem para saber coo as pessoas vão se comportar, como o mundo vai se comportar depois disso.  Tem que entender isso, talvez até as pessoas entendam uma nova maneira de trabalhar, muita gente está trabalhando de casa agora. A gente vai ter que acompanhar as mudanças.”

CUIDADOS SANITÁRIOS COM PRODUÇÃO – “100% das coisas eu não consigo fazer porque tem coisa muito técnica. Então, quando precisa ajustar alguma luz, alguma coisa, vem alguém do Multishow, obviamente todo equipado de máscara, luva, essas coisas, mas nem cruza comigo. A minha casa é muito grande e eu tenho essa sorte de conseguir, a pessoa vai, monta, depois eu apareço lá e recebo as instruções por celular. E o povo que está aqui em casa mesmo me ajuda. O Multishow contratou a minha amiga que está aqui comigo para ser a produtora do programa, porque não tinha jeito.”

AJUDA DOS AMIGOS E DO “AFFAIRE” -  Minha mãe não mora comigo, ela mora num apartamento aqui perto na praia. Quem está comigo é a minha amiga Larissa... E eu não tenho namorado, é uma coisa indefinida, eu não sei falar, não me peçam rótulos, mas tem uma pessoa chamada Gui (Araujo – influenciador), agora o que é, não sabemos... O Gui e o Rômulo vieram para ajudar a fazer o cenário do programa. E aí eles ficaram de vez. Eles é que estão ajudando, operando a câmera, ajeitando a luz. Vai ter coisa que vai dar errado, mas o povo entende, é enxuto.”

IMPORTÂNCIA DO ESTUDO – “Ah, eu acho muito importante a gente estudar. Eu sempre tento mostrar para o meu público que não importa, ah, eu já cresci na vida, eu já dei muito certo, já fiz muito sucesso. Sempre vai ser importante a gente aprender mais. E aí eu acho que eles me vendo como exemplo, praticando na vida real, eles acabam incentivado a fazer também. Até amigos artistas falam fala, ah, vejo você fazendo aula, isso, aquilo... E isso é muito bom.”

RELAX NA QUARENTENA? – “Tô trabalhando muito mais na quarentena. As pessoas pensam que a gente está em casa sem fazer nada. E se a gente não faz, diz que a gente não responde, isso é desesperador.”

DIVERSÃO É O FOCO – “É um programa para divertir, não é para falar de política. Essa questão de falar de política, eu estou fazendo semanalmente em lives para eu aprender, para o povo aprender comigo. Então não daria para passar rapidamente como um quadro. A gente teria que dedicar mais tempo para isso. Mas as minhas lives de política vão continuar porque eu acho que o Brasil está precisando muito nesse momento que a população, o povo em geral se interesse em saber ao menos o básico, para entender que a gente pode ter a nossa voz ativa, que a gente pode mudar as coisas. Acho que falta isso na nossa sociedade, na nossa educação, na verdade. E aproveitando a quarentena, estou fazendo nas minhas redes e está dando muito certo, as pessoas estão gostando.”

Teresa Cristina: “Quantas cantoras negras de samba você vê patrocinadas?”

 

As “emoções” de Liah Soares: Primeira gravidez e dueto com Roberto Carlos



Veja Também