André Luiz Frambach: “Ficaria abalado, mas assumiria o bebê”

Ator avalia paternidade precoce de Márcio e diz que apoio de Pérola será essencial


  • 26 de novembro de 2018
Ator vive o Márcio, de Malhação. Foto: Globo/Raquel Cunha


Por Luciana Marques

Os fãs já elegeram o casal #Peromar como o preferido de Malhação: Vidas Brasileiras. Mas haja coração para enfrentar tanta turbulência, como esses dois. Durante esta quinzena, Márcio (André Luiz Franbach) se deparou com a notícia da gravidez da ex-namorada, Camila (Lorena Comparato). “Quando algo assim acontece, ele entra em modo 'loucura'”, conta o seu interpréte, André Luiz Frambach.

Para o ator de 21 anos, que agarrou como nunca essa oportunidade e está fazendo bonito no papel desse jovem tão complexo, o apoio Pérola (Rayssa Bratillieri), namorada de Márcio, será essencial. Mas será que a jovem não vai ficar insegura? “A Pérola é um pouco orgulhosa, jamais assumiria isso pro Márcio, porém por dentro ela ficaria um pouco abalada sim”, opina o ator.

E se fosse o próprio André que passasse por uma situação dessas, como ele reagiria? Na entrevista o ator também conta que ser pai é um grande sonho!

Pérola (Rayssa Bratillieri) e Márcio (André Luiz Frambach). Foto: Globo/Paulo Belote

O Márcio já enfrentou alguns dramas até aqui na temporada. Como acha que ele vai encarar essa questão da gravidez da ex-namorada, acha que está pronto para ser pai?

O Márcio é uma pessoa muito complexa, quando acontece algo que não parte dele a decisão ou o acontecimento, ele entra no modo “loucura”, e aciona a inconsequência dele. Então é algo realmente muito difícil de saber como ele vai reagir a isso tudo e se vai de fato se acostumar com essa ideia. Mas como sempre digo, independente das atitudes dele, é um jovem muito bom de coração. Acho realmente que ele vai entender essa situação toda e vai até gostar e ficar motivado com isso. 

Luellem de Castro: “Talíssia é mais forte, mas eu sou guerreira”

Gabriel Fuentes: “Não teria graça namorar alguém igual a você”

Acredita que isso pode ser uma forma de ele amadurecer de vez?

Total! Acho que é uma forma dele entender as responsabilidades e crescer.

O fato de ele não ter tido o pai, Rafael (Carmo Dalla Vecchia) presente na infância, pode dar um “embrulho” na cabeça dele, de pensar que não estando perto pode afetar a relação com o filho?

Acredito que sim. O Márcio não teve a presença do pai. Ele teve do padrasto, e a ligação deles nunca foi uma relação muito familiar de carinho e amor recíproco. Então pra ele é bem difícil dar algo que de certa forma ele não recebeu, mas tem muito amor dentro dele. E acho que Márcio tem muita vontade de “corrigir” os erros que cometeu ou que aconteceram com a vida dele.

Acredita que tudo isso pode abalar de alguma forma a relação do casal #Peromar?

Acho que só abalaria se o Márcio fugisse das responsabilidades. A Pérola é muito compreensiva e amorosa com o Márcio. Ela realmente só se afastaria dele se ele não quisesse encarar tudo de frente. 

Camila (Lorena Comparato), Márcio (André Luiz Frambach) e Pérola (Rayssa Bratillieri). Foto: Globo/Paulo Belote

O quanto será fundamental para Márcio ter o apoio da namorada nesse momento?

A Pérola sempre foi o equilíbrio do Márcio, foi a chave pra ele se reestabelecer emocionalmente e ter a relação ótima que estava tendo com os colegas todos de escola e principalmente com o pai. Então para o Márcio seria essencial ter o apoio dela pra colocá-lo no centro e acalmar os ataques de loucura que ele vai ter.

Acha que Pérola, mesmo o apoiando, pode ficar abalada de ter ali uma outra mulher entre eles, afinal, a Camila é a mãe da criança?

Com toda compreensão, amor e carinho existe a insegurança, o medo de perder aquilo tudo que eles estavam construindo. No entanto, a Pérola é um pouco orgulhosa, jamais assumiria isso pro Márcio. 

Qual a importância, na sua opinião, de se falar dessa questão da paternidade precoce, de como lidar, num produto tão visto como Malhação?

Acho que é essencialmente importante mostrar o que de fato acontece no mundo e Malhação: Vidas Brasileiras desde o início está preocupada em abordar todos esses temas que são muito pertinentes no cotidiano. Mas tudo de uma forma leve, agradável, porém com bastante seriedade e propriedade. É importante para as pessoas assistirem e quem sabe se colocarem no lugar, assim podendo acertar como os personagens ou quem sabe reconhecer o erro deles e não repeti-los . 

Márcio (André Luiz Frambach). Foto: Globo/Raquel Cunha

O que você mais tem aprendido com essas histórias todas que o Márcio enfrenta?

Que independente do que acontece na nossa vida é preciso ter calma pra solucionar as questões e tentar achar um lado positivo de qualquer situação.

Você é mais velho que o Márcio, mesmo assim, como reagiria se recebesse uma notícia dessas, de repente, da gravidez de uma ex-namorada?

Ficaria bastante abalado, mas não adianta. A atitude foi minha, fui eu que cometi a inconsequência de fazer sem me prevenir ou sem responsabilidade alguma, apenas por “diversão”. Então tem que assumir e encarar de frente. Aproveitar o que a vida coloca no nosso caminho.

Tem vontade de ser pai, e que tipo de pai você acha que vai ser?

Tenho muita vontade (risos). Isso é um dos maiores sonhos meus, mas bem lá na frente. Eu acho que seria um pai extremamente babão. Sou muito apaixonado por criança, tenho uma ligação enorme com todas as crianças, com meu filho então, fico até preocupado em mimar demais e não saber educar da forma correta. Mas isso é algo que eu não pretendo nem aprender agora porque só quero um filho daqui a uns anos, então até lá, evoluirei nesse sentido de mimar.



Veja Também