A Dona do Pedaço: Maria da Paz desmaia ao reencontrar Amadeu

Ele a espera na confeitaria, onde prova o mesmo bolo de canela que comeu há 20 anos


  • 30 de maio de 2019
Foto: Globo/João Miguel Júnior


Depois de 20 anos, finalmente Maria da Paz (Juliana Paes) e Amadeu (Marcos Palmeira) vão se reencontrar. Tudo acontece quando o advogado ouve Márcio (Anderson Di Rizzi) falar o nome de sua patroa nas redes de confeitaria: Maria da Paz.

Ele fica tão “mexido”, que até Gilda (Heloísa Jorge), sua esposa, o incentiva a tirar essa dúvida. Amadeu liga para Márcio e ele diz que Maria sempre passa no fim da tarde na loja principal da empresa.

Essa sequência irá ao ar a partir do capítulo deste sábado, 1º de junho.

MARIA CHOCADA DIANTE DE AMADEU: “NÃO PODE SER. CÊ É UMA ALMA DO OUTRO MUNDO QUE VEIO ME APAVORAR? QUE VEIO LEVAR EMBORA MEU CORAÇÃO TÃO SOFRIDO TODOS ESSES ANOS?”

Assim que Amadeu entra na confeitaria, Jeniffer (Luciana Fernandes) o atende. “A proprietária daqui não é você, é?”. A jovem diz que não, mas que a dona deve chegar logo na loja. Amadeu prova, então, o bolo de canela: “Conheço esse sabor”, fala, ressabiado. Nisso, o motorista de Maria estaciona o carro em frente à loja. Jeniffer faz um sinal a Amadeu. “O senhor queria conhecer a proprietária. Ela tá entrando”, diz. O advogado vira o rosto. “Maria da Paz”, choca-se.

Maria o olha, atônita, enquanto lágrimas escorrem pelo seu rosto. De repente, ela começa a rir. “Jenifer, Tonho... Eu tou doida? Tou vendo fantasma? Esse homem tá mesmo aí?”, pergunta. Eles confirmam. “Maria, estou emocionado, nunca que esperei reencontrar você nessa vida. Agora diz, por que riu?”, questiona ele. “Eu ri de mim. Das armadilhas da vida. Achei que era só ilusão. Até agora, mesmo cê falando, mesmo vendo você, não acredito, não acredito...”, fala.

“Mesmo que você não estivesse aqui, diante de mim, eu saberia que está viva. Pelo bolo, que nunca esqueci. Só você sabia fazer... Você e sua avó... Eu lembro”, fala ele. “Ave meu Deus Nossa Senhora. É você mesmo. Vivinho. Amadeu. Mas cê tava morto, eu tinha certeza que tava morto. Não, não pode ser. Cê é uma alma do outro mundo que veio me apavorar? Que veio levar embora meu coração tão sofrido todos esses anos? Chegou a hora da minha morte, é por isso que cê apareceu pra mim?”, pergunta.

Amadeu explica que se sentiu estranho assim que ouviu o nome Maria da Paz novamente. “Quase explodi quando experimentei o bolo e com ele, as recordações caíram como uma avalanche sobre mim”, diz. “Eu olho, olho e olho pra você e não entendo. Como pode tar aqui na minha frente, inteiro? Amadeu. O meu coração tá batendo tão forte que parece que vai sair pela boca. Eu vou ter um treco. Ah, meu Deus... Socorro!”, diz ela, que desmaia. “Maria da Paz! Não, não vá agora que a gente se reencontrou! Maria!”, grita ele, que a socorre, e junto de funcionários a leva até o hospital.

Paolla Oliveira: “Me sinto ‘dona do pedaço’ quando estou sendo eu, sem medo”

Rafael Queiroz, o Rael na fase adulta, irá vingar os Matheus

 

 



Veja Também