Viviane Senna lança Ayrton Senna, o musical, com foco no caráter e veia guerreira e solidária do piloto


  • 16 de novembro de 2017
Foto: Felipe Panfili/Divulgação


Um dos maiores pilotos de todos os tempos, ídolo eterno dos brasileiros, Ayrton Senna agora tem sua vida retratada nos palcos. Em Ayrton Senna, o musical, superprodução da Aventura Entretenimento, que integra música, dança, teatro e circo, com direção de Renato Rocha, teve estreia carioca com a presença de Viviane Senna, irmão do tricampeão mundial.

O espetáculo, que foca na essência da personalidade, caráter e espírito guerreiro e de solidariedade de Senna,traz grandes momentos de sua carreira e vida, mas não é uma biografia linear. A montagem se passa durante as últimas cinco voltas do piloto na pista de Ímola, em 1994, em que ele veio a falecer após trágico acidente.

Durante essa corrida, vemos ele encarar novamente obstáculos que fizeram dele o maior piloto do mundo. Uma história paralela costura a trama com personagens fictícios. “É incrível contar a história de uma pessoa comum que virou um herói nacional. O País precisa de referências nesse momento", diz Claudio Lins, que assina o texto e composições originais com Cristiano Gualda.

A velocidade que permeou a vida de Ayrton é representada no espetáculo com números aéreos e pendulares, junto a uma experiência sonora e de iluminação. Vinte quatro atores, cantores, bailarinos e acrobatas formam o elenco, escolhido através de audição. Hugo Bonemmer, de Hair Rock in Rio, o musical, foi o escolhido para viver Ayrton. “Buscava um ator que me emocionasse e o Hugo fez isso com o olhar. Me lembrou o olhar do Senna pelo capacete", disse o diretor Renato Rocha.

Ayrton Senna, o Musical. Com Hugo Bonemmer e grande elenco. Teatro Riachuelo. Rua do Passeio, 40, Cinelândia. Quinta e sexta, às 20h30. Sab., às 16h30 e 20h30. Dom., às 19h. R$ 70,00 a R$ 150,00. Até 02/2018.

 



Veja Também