Elogiado solo Colônia, de Renato Livera, volta aos palcos do Rio

A peça-palestra leva o público a uma reflexão sobre intolerância


  • 01 de agosto de 2019
Foto: Patrick Sister


 

Há exatos dois anos de sua estreia, no Rio, e após ser sucesso de público e crítica em turnê e Festivais de Curitiba, Mirada e MIT, em São Paulo, Santiago Off, no Chile, e FITEI, Portugal, o monólogo Colônia está de volta ao Rio para curta temporada no Teatro Poeirinha, com estreia nesta quinta, dia 1º, às 21h, e em cartaz até 18 de agosto.

Com idealização e atuação de Renato Livera, a peça-palestra é o resultado de um ano de processo de pesquisa junto ao diretor Viniciús Arneiro e o dramaturgo Gustavo Colombini. E faz refletir sobre um assunto bastante atual: a intolerância com as diferenças. Com um giz na mão e diante de um quadro, um excêntrico palestrante investiga, em meio a delírios, os vários sentidos da palavra colônia, da política, de nossa herança colonial, à biologia.

O título da peça também é uma referência ao genocídio vivido por pacientes do extinto manicômio Colônia, em Barbacena, Minas Gerais, entre 1930 e 1980, onde 60 mil pessoas morreram e várias outras foram aprisionadas mesmo sem problemas mentais. A inspiração de Renato veio da leitura do livro Holocausto Brasileiro, de Daniela Arbex.

“Quando terminei de folhear o livro fiquei muito chocado com o que eu vi, comecei a chorar. E logo mergulhei nessa obra para tentar entender que universo era esse. E falei, vou ter que fazer um projeto, falar sobre isso de alguma forma. E comecei a perceber que era um projeto solo, porque trata-se de um assunto muito solitário, são pessoas que foram depositados num manicômio”, contou Renato, que protagoniza a nova série de comédia que está para estrear na Warner, Matches.

 

 

Colônia foi eleita uma das três melhores peças do ano de 2018 na cidade de São Paulo pelo Estadão, além de ser indicada como a melhor dramaturgia no Prêmio APCA.

 

Colônia. Até 18/08. Teatro Poeirinha –R. São João Batista, 104 - Botafogo, Rio. De quinta a sábado às 21h; e domingo às 19h. De R$ 60,00. Duração 55min. Classificação: 14 anos.



Veja Também