Deus Salve o Rei: União de Amália e Afonso sem pompas

Confira os bastidores dessa cena romântica tão aguardada


  • 04 de fevereiro de 2018
Foto: Globo/Marília Cabral


A realeza é passado. O príncipe Afonso (Romulo Estrela) vai se unir com a amada, Amália (Marina Ruy Barbosa), sem pompas. O casamento será simples, sem luxo ou brilho. A gravação foi feita em uma igreja nos Estúdios Globo, e a festa, no cenária da casa dos pais da plebeia. “Seguimos um ritual contemporâneo, como são os códigos da novela. É uma cerimônia muito simples, mas que emociona”, conta o diretor artístico Fabrício Mamberti.

O diretor adianta ainda que, apesar da cena tipo “felizes para sempre”, muita água ainda vai rolar na trama das 7. “Essa união traz para o início da novela a expectativa que normalmente acontece nos finais das histórias. Mas, logo depois algo acontece, uma surpresa que muda completamente esse contexto”, adianta ele.

Foto: Globo/Marília Cabral

Durante a troca de alianças, os pombinhos se dão conta da trajetória de seu amor. “Fico pensando tudo o que nós passamos para chegar até aqui. Um longo caminho mesmo, mas que, pode ter certeza, faria tudo de novo”, afirma ele, enquanto dança com Amália. E as lembranças são muitas, como quando ela o salvou de um ataque de ladrões; depois ele voltou a Montemor; ela terminou noivado com Virgílio (Ricardo Pereira); e e ele virou plebeu.

Cerca de 30 figurantes participaram da sequência. O vestido de Amália levou um mês, entre desenho e produção, para ficar pronto. “Foi feito com colchas compradas em brechós e tem um trabalho de macramê no decote e nos ombros. O véu foi feito da barra de uma rede e a tiara com flores de pano e medalhões que são porta joias de metal que reformamos. Foi confeccionado, tingido, bordado e adereçado nos Estúdios Globo”, explica a figurinista Mariana Sued.

Foto: Glovo/Marília Cabral

Na decoração da igreja e da casa dos pais, foram utilizadas guirlandas nas colunas e astromélias branca, lilás e amarela.

As cenas estão previstas para irem ao ar nesta terça-feira, dia 6.



Veja Também