Segundo Sol: Valentim chama Luzia de mãe pela primeira vez

Depois da visita de Beto, DJ se emociona com presença do filho


  • 04 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Esta reta final de Segundo Sol promete ainda muita emoção ao telespectador. Presa por mais uma armação de Laureta (Adriana Esteves), Luzia (Giovanna Antonelli) tem tido dias menos piores por causa do apoio de sua família.

Além de receber quase todo o dia o carinho de Beto (Emílio Dantas) e dos filhos Ícaro (Chay Suede) e Manu (Luisa Arraes), ela é surpreendida com a visita de Valentim (Danilo Mesquita), o seu menino roubado ainda bebê, em Boiporã, em capítulo a ser exibido a partir da semana do dia 22 de outubro. 

Segundo Sol: Nice recebe flores do pretendente apaixonado

Segundo Sol: Presa, Luzia recebe carinho de Beto, Ícaro e Manu

LUZIA PARA VALENTIM: “TENHO UM SENTIMENTO TÃO FAMILIAR QUANTO TE ABRAÇO, SINTO SEU CHEIRO”

Primeiro, Luzia recebe Beto, que lhe conta das últimas notícias trazidas por Rosa (Letícia Colin), que a esta altura está infiltrada como informante deles na casa de Laureta. “Rosa conseguiu informação sobre Remy, ele foi visto na casa de Laureta”, conta o músico. “Então não sou eu que vi coisas, que vi o que eu queria que fosse verdade, acredita agora que ele tá vivo?”, constata ela.

“Me perdoe por ter duvidado de você!”, diz ele. “Até eu achei que tava ficando maluca, é tão absurdo, é tão inacreditável, mesmo, ele tá junto com as duas demônias, os três estão unidos contra mim, Beto!”, afirma ela. Ela pede a Beto que, pelo amor de Deus, encontre Remy para livrá-la da prisão. O músico diz que fará de tudo. Nesse momento, ele fala para Luzia. “Tem uma pessoa aí fora que vai lhe dar um novo ânimo, ele deve estar cansado de esperar”, diz Beto.

“Quem é?”, quer saber Luzia. Beto bate na porta, o guarda abre, e Valentim entra. “Eu vou deixar vocês conversarem a sós”, fala Beto. “Meu filho!”, diz Luzia, emocionada, ao abraçar o jovem. “Tenho um sentimento tão familiar quando te abraço, sinto seu cheiro. Deve ser coisa de bicho isso, a mãe reconhecer o cheiro da cria”, constata ela.

“Eu também tenho um sentimento diferente com relação a você, desde a primeira vez que lhe vi, ainda como Ariella como se a gente já fosse velhos conhecidos, íntimos!”, ressalta ele. “E somos. Você era um recém-nascido quando lhe peguei nos meus braços, acalmei seu choro e lhe amamentei”, conta ela. “Como assim?”, pergunta ele.

Luzia lembra, então, quando ainda Boiporã, foi tirar satisfação de Karola, logo após ver seu bebê morto, e estar sendo seguida pela polícia. Quando ela entrou na casa, viu um neném chorando, e deu seu peito, cheio de leile, para lhe acalmar. “Que loucura essa história!”, fala ele.

VALENTIM À LUZIA: “VOCÊ ME TROUXE PRA ESSE MUNDO, TEM TODO O CRÉDITO QUE PRECISAR COMIGO, MINHA MÃE!”

Valentim diz que não imaginava que ela teria o visto ainda bebê. E logo Luzia não se contém, e começa a falar mal da perua Karola. “...ela nunca esteve grávida, a barriga dela era falsa, de pano, essa mulher sempre foi uma psicopata!”, diz.

Logo ela pede desculpa a Valentim por estar falando essas coisas.“E não tiro sua razão. Mas ela não é de todo má, ela tá arrependida, sabe? Até devolveu aquela grana que tinha tirado de minha conta. É maluquinha, mas foi uma mãe bacana, me deu muito carinho”, fala ele. “Eu acredito nisso”, diz Luzia, já o cortando.

Valentim ainda tenta dizer que Karola está mudada. “Desculpe, mas eu não quero mais falar dela, me faz mal, muito mal”, fala a DJ, já tentando disfarçar sua irritação. No meio da conversa, Luzia pede ainda a ele para tentar se entender com Ícaro, apesar da confusão com Rosa. “É eu sei. Mas é complicado, eu gosto, eu gostei muito dela”, diz ele.

“E ela de você, eu tenho certeza, é impossível não se apaixonar por você, é um menino de ouro, é a pessoa mais linda e pura e amorosa que eu conheço nesse mundo! (ela chora). Me desculpe por ter trazido tanta confusão, tanta tristeza pra sua vida, meu filho!”, pede a DJ.

Carinhoso, Valentim seca as lágrimas dela. “Você não teve culpa de nada. Eu só estou aqui porque você me trouxe pra esse mundo, tem todo o crédito que precisar comigo, minha mãe!”, fala ele. E Luzia se emociona ainda mais. “Eu lhe amo tanto, meu filho, tanto!”, diz. E Valentim a abraça.



Veja Também