Segundo Sol: Rochelle emociona família ao dar passos sozinha

Edgar também surpreende ao revelar que trabalha como motorista de aplicativo


  • 10 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


A casa dos Athayde nem parece aquele horror do início de Segundo Sol. Por incrível que apareça, a paz começa a reinar por lá.

Em capítulo a ser exibido a partir da semana do dia 29 de outubro, a família se surpreende com algumas boas revelações, e também se emociona com a força de vontade de Rochelle (Giovanna Lancellotti).

Segundo Sol: Ícaro chama Valentim para ser padrinho de seu filho

Segundo Sol: Luzia tem ajuda de bandida para encontrar Laureta

EDGAR CONTA PARA A FAMÍLIA QUE AGORA É MOTORISTA DE APLICATIVO

A primeira supresa é quando Edgar (Caco Ciocler) começa a rir em bate-papo com Karen (Maria Luísa Mendonça). Ela conta como descobriu que o ex-marido trabalhava como motorista de aplicativo. “Foi muito engraçado, entrei no carro sem perceber que o motorista era Edgar”, conta.

“Ela tava indo pra Ondina dar aula particular, quando que eu podia imaginar?”, fala Edgar. Roberval (Fabrício Boliveira) também se diverte com a história. “Muito bom isso, os gatos escondidos com o rabo de fora!”, diz ele. “Bobagem da gente, né? Eu achei que podiam me ridicularizar, afinal pagam tão pouco por essas aulinhas pra criança! Mas vocês precisam ver o táxi de Edgar, que beleza! Super bem equipado!”, elogia Karen

Edgar agora mostra-se tranquilo com a nova profissão. “Tolice minha ter sentido vergonha, difícil apagar anos de empáfia assim, de uma hora pra outra”, diz ele. “Confesso que estou agradavelmente surpreso! Karen tem um bom inglês e Edgar sempre dirigiu direitinho”, afirma Severo (Odilon Wagner).

ROCHELLE EMOCIONA A TODOS DANDO ALGUNS PASSOS SOZINHA

De repente, Rochelle, vítima da doença autoimune Síndrome de Guillain-Barré, chega com sua cadeira de rodas, seguida por Manu (Luisa Arraes) e Zefa (Claudia Di Moura).

Manu é a primeira a falar. “Atenção, família! Temos um comunicado muito importante!”. Zefa também se manifesta. “É uma surpresa muito boa e muito esperada!”, diz. “Sem spoilers, Zefinha! Atenção! Que rufem os tambores!”, fala Rochelle.

A jovem se concentra, levanta da cadeira e dá três passinhos à frente. Todos os familiares emocionados, em silêncio, quase segurando a respiração. Manu empurra a cadeira até ela, que volta a se sentar, sem ajuda. “Ninguém vai falar nada, bater palminha? Não cheguei nem perto de uma Gisele Bundchen na passarela, mas gente, foi difícil pra caramba!”, admite ela.

Karen é a primeira a conseguir se manifestar. “Eu nem sei o que dizer, estou emocionada, filha!”. “Estou muito orgulhoso, meu amor!”, emenda Edgar. “Você vai longe, sobrinha, nunca duvidei disso!”, afirma Roberval. “Sua resiliência é um exemplo pra todos nós, Rochelle”, fala Severo. “Espero que isso seja um elogio, vô”, brinca Rochelle.

E Zefa avisa. “Eu vou fazer um almocinho especial pra gente comemorar esse feito! Dessa vez com a comidinha preferida de Rochelle!”. “Ah, até que enfim todo mundo me bajulando! Desse jeito logo eu corro uma maratona! Deixa eu pensar o que vou querer que você faça, Zefa...”, fala Rochelle, feliz com todos da família Athayde reunidos.



Veja Também