Segundo Sol: Luzia tem ajuda de bandida para encontrar Laureta

Na prisão, Fátima, mãe de Narciso, conta onde a vilã está escondida com Remy


  • 08 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


A vilãzona Laureta (Adriana Esteves) tem conseguido se safar junto com seus cúmplices Remy (Vladimir Brichta) e Karola (Deborah Secco) a cada vez que a polícia chega na sua cola.

Mas em algum momento a hora da cafetina vai chegar nessa reta final de Segundo Sol. Na prisão, Luzia (Giovanna Antonelli) terá a ajuda da amiga Jurema (Marília Coelho), em capítulo a ser exibido a partir da semana do dia 29 de outubro.

Segundo Sol: Ícaro e Valentim se unem e salvam Rosa da morte

Segundo Sol: Luzia é condenada pela “morte” de Remy

NA PRISÃO, FÁTIMA, MÃE DE NARCISO, ENTREGA PARA JUREMA QUE LAURETA ESTÁ NA CASA DA SUA FAMÍLIA

Na penitenciária, desde que foi condenada pela "morte" de Remy, Luzia conversa com Jurema, e entrega a ela uma foto autografada de Beto Falcão (Emílio Dantas), de quem ela é fã. Foi a bandida que salvou a vida da DJ de um atentado no mesmo presídio há 18 anos. Em meio ao papo, Jurema fala. "Tá vendo ali aquela magrela encostada na grade?”. “É ela? A amiga de Laureta? Mas aquela é a tal da Fátima, Fátima Garcia”, recorda Luzia.

A DJ lembra que a conheceu rapidamente quando foi buscar Manu (Luisa Arraes) na casa dos Garcia. “Eu vou lá, vou conversar com Fátima, ver se descubro alguma coisa de Laureta pra você. Deixa comigo!”, avisa Jurema. “Fala, Fera da Bahia”, cumprimenta Fátima (Ingra Liberato). “Fiquei de cara quando soube que você bailou”, diz Jurema. “É, chupei bala, pra tudo nessa vida tem uma primeira vez!”.

Durante o encontro, Jurema comenta que sua amiga Luzia entrou em cana por causa de uma armação de Laureta. Nisso, Fátima acaba fazendo uma revelação. “Eu estou com um gancho malocado aqui, falei com minha filha essa noite, a menina tá com medo da polícia aparecer por lá porque ontem mesmo Laureta se enfiou lá em casa com a corja toda dela”, conta.

Jurema fica surpresa. “Pior que tá. Berta falou que tá junto com ela uma perua maluca e rapaz, ó que bafão, ela tá também com o irmão de Beto Falcão, o talarico que foi morto a facada num treme-treme, saiu em tudo que é jornal, não consigo lembrar o nome dele”, diz. “O tal de Remy?”, fala Jurema.

Logo, a bandida conta toda a história à Luzia. E a DJ trata de revelar a novidade para Beto durante uma visita. “Fátima não disse pra Jurema onde fica... Manu! Talvez ela saiba! Ficou muito amiga da família Garcia, namorou o filho deles, o Narciso!”, lembra Luzia. “Tomara que ela ainda tenha o contato dele”, diz Beto. “Ela tem, ela me contou que continuaram amigos, ela encontrou com ele no grupo de Narcóticos Anônimos que ela tá freqüentando!”, fala ela.

MANU A NARCISO: “VOCÊ PODE ME AJUDAR A SALVAR A MINHA MÃE DA PRISÃO”

Assim que deixa a penitenciária, Beto liga para Manu e combina de encontrá-la. O músico já está com Ícaro (Chay Suede) na casa de Cacau (Fabíula Nascimento). E a estudante de medicina chega. “Sua mãe descobriu com uma presidiária que Laureta, Remy e Karola tão escondidos na casa de um tal de Juarez, da família que seqüestrou você”, conta Beto.

“A presidiária é a mãe de seu ex-namoradinho traficante de MDMA, aquele cretino do Narciso”, fala Ícaro. “Ele não é cretino, Ícaro, foi ele que me salvou!”, repreende Manu. “Será que tem como você encontrar com esse Narciso e descobrir o novo endereço da família dele?”, pede Beto. 

Em mais um encontro dos Narcóticos Anônimos, Manu conversa com Narciso. “Você pode me ajudar a salvar minha mãe da prisão”, diz ela. “Eu? Como assim?”, surpreende-se. “Ela foi condenada por ter matado Remy Falcão, mas ele não morreu, tá escondido na nova casa da sua família! Você precisa me dizer onde é que fica essa casa, Narciso!”, implora ela.

Mas o rapaz diz que há muito tempo não tem contato com a família. No meio do papo, ele lembra que a última vez que falou com a irmã, Berta (Raissa Xavier), ela contou que eles estavam num conjunto habitacional em Paripe. Beto leva essa informação a Ionan (Armando Babaioff) e a polícia se prepara para fazer uma batida lá.

“Eu vou com você!”, diz Beto. “Ôxe, eu também!”, fala Ícaro. “De jeito maneira, é uma operação policial!”, avisa Ionan. Beto insiste. “Então pronto, vai ficar mais arriscado ainda que vou seguir vocês no meu carro, desembestado, sem sirene, sem...”, fala o músico.

“Tá bom, vem comigo, então! Mas vai ter que vestir colete à prova de bala e obedecer minhas ordens!”, fala o policial. “A gente é muito obediente!”, pisca Ícaro. “Nada disso, você fica, Ícaro!... Sua mãe nunca ia me perdoar se eu levasse você pro meio dessa guerra! Cuide de Manu!”, ordena Beto.

E eles saem para a operação que pode ser o início do fim de Laureta.



Veja Também