Espelho da Vida: Isabel entra com mãe “bruxa” na casa de Julia

Mesmo na companhia de Grace, vilã mais uma vez se dá mal


  • 28 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


A curiosidade de Isabel (Alinne Moraes) por descobrir o que há de tão misterioso na casa de Julia Castelo é tanta, que ela mais uma vez dá um jeito de entrar na casa. Na primeira vez, acompanhada de Marcelo (Nikolas Antunes), ela quase desmaiou após ver um “corpo ensanguentado”.

E para manter longe qualquer energia negativa, ela convenceu a mãe, Edmeia/Grace (Patricya Travassos), exóterica e sensitiva, que a esta altura já estará em Rosa Branca, para ir com ela até o local.

Espelho da Vida: Cris quer viver com Danilo o que Julia viveu

Espelho da Vida: Cris Valência rompe o noivado com Alain

GRACE À ISABEL: “A ENERGIA É PESADA, NÃO ESTOU GOSTANDO... VAMOS EMBORA, ESTOU TE DIZENDO, DE VERDADE”

As duas chegam no casarão. “A casa é impressionante, né?”, diz Isabel. “Não sei se fiz bem em te ouvir, Isabel”, fala Grace. “Garanto que fez o que qualquer mãe faria pra ajudar um filho. Você não vive dizendo que voltou pra isso?”, alfineta a vilã. “Tem alguma coisa nela que estou achando estranha!”, sente a esotérica.

Isabel lembra que da primeira vez não conseguiu ficar dentro da casa. “Por que se sentiu tão mal aí dentro, Isabel? Isso que você devia aprofundar. Por que a idéia fixa de entrar?”, quer saber Grace. “Meu faro de jornalista diz que vou conseguir fazer uma bela reportagem. Anda, Grace, toma a chave, você abre. Sem drama! Dá pra confiar em mim uma vez na vida? Não responde, só abre a porta”, fala Isabel.

Assim que Grace abre a porta, ela faz um gesto para Isabel entrar. “Vai você na frente, Grace, a caça-fantasmas aqui é você!”, fala a malvada. “A energia é pesada, Isabel, não estou gostando”, avisa a mãe dela. “Faz suas mandingas aí, Grace, você sabe fazer”, pede Isabel. “Alguma coisa terrível aconteceu aqui, nesta sala. Me arrepiei toda, olha só”, diz Grace.

Trêmula, Isabel fala. “A a moça, a Julia Castelo foi morta aqui, acho que, bem ali!”, aponta. “Não devia mexer com essas coisas, vamos embora”, diz Grace. “Espera! Da outra vez me senti muito mal, quase desmaiei, foi horrível. Do seu lado está dando pra segurar”, ressalta a jovem. “Vamos embora, Isabel, estou te dizendo. De verdade”, avisa Grace.

Isabel fica possessa. “Não é possível que a Cris venha aqui toda hora, a Margot, o pessoal do filme! E só nós duas não conseguimos andar pela casa? Ah, não, Grace, eu quero ir lá em cima!”, avisa a vilã. Nesse instante, elas ouvem um latido. E Isabel fica apavorada. “O cachorro, mãe! O monstro! Ele está aqui dentro!”, grita ela.

ISABEL APÓS SEREM COLOCADAS PARA FORA DA CASA: “VOCÊ É UMA FRAUDE, GRACE. INCAPAZ DE FAZER QUALQUER TIPO DE MANDINGA, QUE VERGONHA”

“Calma! Eu me dou bem com cachorros”, diz Grace. As duas olham para a escada e o cão branco vem descendo, rosnando. Isabel agarra em Grace. “Faz ele ir embora, mãe, pelo amor de Deus”, pede. O animal vem para mais perto das duas, mostrando os dentes. “Vamos lentamente andando de costas até a porta, não faz nenhum gesto brusco”, diz Grace.

“Não consigo, estou paralisada, apavorada”, fala Isabel. Nisso, Grace levanta a palma da mão direita. “Pelo sol, pela lua, pelo mar e pelas estrelas, retirai da minha frente esse cão, que ele seja manso e que suas pernas não me alcancem”, fala. Mas o cão vem em direção das duas. Isabel começa a gritar, e logo corre puxando Grace porta afora.

Já fora da casa, Isabel está indignada “Você é uma grande fraude, Grace, eu devia ter pensado nisso. Incapaz de fazer qualquer tipo de mandinga, que vergonha!! Droga! Fui uma idiota!”, fala. “Eu não faço mandinga, já lhe disse mil vezes! Aquelas palavras geralmente acalmam bichos bravos, até gente brava! Você nem me deixou terminar!”, explica a sensitiva.

“Qualquer hora eu boto fogo nessa casa e acabo com isso de uma vez! Não admito, não aceito ser a única a não poder entrar aí! Droga! Esse cão do inferno me odeia!”, constata a malvada. “Você só fala palavras negativas, Isabel! Isso não te ajuda em nada! Tanto ódio! Muda a cabeça, muda a sua atitude, quem sabe se...”, fala a mãe dela.

“Cala a boca, Grace, me poupa, tá? Estou no meu limite! Sabe qual vai ser minha reportagem agora? Sobre as bruxas de araque como você! Devia ser presa!”, ameaça Isabel. “Você nem esperou eu terminar a reza, saiu me puxando!”, fala Grace. Isabel irritada, entra no carro com a mãe, e a guardiã misteriosa da casa (Suzana Faini), ao lado do cão, observa tudo.



Veja Também