Salve-se Quem Puder: Luna vira fera e salva Helena de ser espancada por Hugo

A jovem vai até o Empório assinar sua rescisão e confronta o vilão ao ver a mãe em perigo


19 de junho de 2021

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Nos próximos capítulos de Salve-se Quem Puder, Hugo (Leopoldo Pacheco) começa a ser mais violento com Helena (Flávia Alessandra). A relação dos dois estremece de vez quando ela descobrir que Mário (Murilo Rosa) está realmente vivo e que sua filha, Luna (Juliana Paiva), morreu há apenas um ano. A ricaça desconfia de Hugo e o confronta. Mas, como sempre, ele a convence de que não tem culpa. Ao perceber que a esposa está cada dia mais distante, ele fala que comprou passagem para eles viajarem.

Mas Helena rasga os bilhetes e diz que não vai. Em nova discussão, ela afirma que o único homem que amou e ainda ama é Mário. Furioso, Hugo dá um tapa na cara da empresária. Indignada, ela anuncia que vai ser separar dele e se tranca no quarto de Téo (Felipe Simas), já que o filho dorme no andar de baixo. Na manhã seguinte, Helena acorda cedo. Quando ela liga o carro, Hugo surge e tenta impedi-la de sair, mas não consegue. A empresária segue para o Empório, e o vilão vai atrás.

LUNA VÊ HUGO PEGAR SUA MÃE PELO CABELO E FICA FURIOSA: “SOLTA ELA, SOLTA QUE EU ESTOU MANDANDO”

Nesse momento, Luna chega no local para assinar a sua rescisão de contrato. Ainda na entrada, ela percebe a chegada de Helena, que desce do carro, nervosa. Hugo vem logo atrás, gritando pelo nome de Helena. Ele a alcança e a segura pelo braço. “Cê vai voltar comigo pra casa agora!”, fala. Luna vê a cena e se assusta. Helena chega em sua sala e tenta trancar a porta, mas Hugo a impede. “Cê tem que dar atenção ao homem que te ama. Que te protege das barbaridades que cê faz!”.

Helena fala que ele a está machucando e que irá gritar. “É isso que você quer? Um escândalo no Empório? Não é você que diz que não é pra ninguém saber do passado? Do que eu fiz no México? Assim todo mundo vai ficar sabendo quem a sua esposa é... E tudo de errado que Helena Furtado fez!”. Ali próximo, Luna fica passada com a revelação. “Cê nunca mais repita esse sobrenome!”, diz Hugo, que pega Helena pelo cabelo. A ricaça grita. Nessa hora, Luna entra, furiosa, na sala. “Solta ela! Solta que eu estou mandando! Ou eu vou ter que chamar a polícia?”.

HELENA CAI EM PRANTOS NO COLO DE FIONA APÓS AGRESSÃO DE HUGO: “ME ABRAÇA”

Helena fica pasma. Hugo encara a jovem e avança para cima dela. “Olha lá o que você vai fazer!”, diz a empresária. Mas Luna não se amedronta. “Deixa, dona Helena! Eu não tenho medo de homem que bate em mulher! Seu covarde!”. O vilão fica cara a cara com a jovem e pede para ela repetir o que disse. Luna repete. “Homem que bate em mulher não é homem de verdade. É um nada, um zero à esquerda!”. Hugo a pega pelo braço. “Eu não vou deixar uma piranhazinha falar desse jeito comigo”. Helena pede para ele soltar Fiona.

Irritado, o malvado empurra Luna sobre Helena. “Era só o que faltava! Você protegendo a vagabunda que enganou o nosso filho!”. A ricaça diz que ele está fora de si e pede para ele sair. Hugo acata, mas avisa que a conversa deles não acabou e ainda ameaça Fiona. Assim que ele sai, chutando tudo. Helena cai em prantos, e Luna se aproxima dela, carinhosa. “Calma, dona Helena. Eu sei que eu não devia ter me metido, mas na minha frente ninguém levanta a mão pra senhora”. Helena olha, mexida, para a jovem. “Me abraça, Fiona, me abraça”, pede ela, amparada pela filha.