Nos Tempos do Imperador: Tonico quer filho e obriga Dolores a transar, Nélio sofre e promete pôr vilão na cadeia

O assistente do político afirma que só precisa conseguir uma prova para poder viver ao lado de seu amor


20 de novembro de 2021

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Nos próximos capítulos de Nos Tempos do Imperador, Nélio (João Pedro Zappa) promete à Dolores (Daphne Bozaski) que colocará Tonico (Alexandre Nero) na cadeia. O jovem fica possesso ao saber que o chefe não saiu à noite, como de costume, porque quer ter um filho com Dolores. Assim que vê o marido chegar, a jovem já está de camisola, penteando o cabelo e se preparando para dormir. “Não vai sair hoje, não?”, pergunta ela.

O político afirma que ficará em casa. Ele observa Dolores e começa a reparar nela. “A capital até que está te fazendo bem. Essa camisola...”. A moça fica tensa, já que o malvado começa a se aproximar dela. “Está cheirosa”, diz ele. A jovem avisa que irá dormir porque já passou de sua hora. Em seguida, Tonica tira os sapatos e se deita ao lado dela. “Faz tempo que...”, diz ele. Dolores nem se mexe, acuada, em seu canto na cama.

Nisso, o vilão a surpreende. “Quero ter filho”. Tonico começa a se encostar nela para transar. Dolores chora, sem ele perceber, e sofre por ter que se entregar a ele. No dia seguinte, ela já está na mesa, sentada, diante de Nélio. Os  dois estão em silêncio, até que o rapaz diz que na noite passada Tonico não foi ao cassino. “Ele ficou aqui?”. Quer saber. Dolores confirma. “Para minha desgraça. Se antes deitar com ele já era ruim, agora então...”.

Nélio sofre com o que ouve. “Quero morrer só de pensar em Tonico... Não dormi um minuto essa noite pensando. Já devia ter feito alguma coisa para te livrar dele”, afirma. A jovem o encara. “Pois faça. Tonico não é seu amigo. Não é amigo de ninguém. Ele só sabe usar as pessoas”. O rapaz garante que fará de tudo para colocar Tonico na cadeia. “Por você, meu amor. Por você...”, fala ele. Os dois se beijam.

Apaixonado, ele encara a amada e afirma que o chefe fez muita coisa errada. “Algumas com minha ajuda. Mas se não tiver uma prova, não adianta nada”. Dolores quer saber que prova seria essa. Nessa hora, eles ouvem um barulho e se afastam. Uma das empregadas passa por ali. Quando ela sai, Nélio fala baixinho e faz uma promessa. “Logo, logo, não vamos precisar esconder nosso amor de ninguém”. A jovem pega um lápis e escreve numa folha de papel: “Eu te amo”. Nélio sorri e escreve o mesmo em outra folha.