Nos Tempos do Imperador: Nélio “renasce” após atentado com ajuda de alma bondosa. Saiba quem e como!

O rapaz passa meses se recuperando até reaparecer diante de seu algoz, Tonico


13 de janeiro de 2022

Foto: Reprodução Globo

Nos próximos capítulos de Nos Tempos do Imperador, Nélio (João Pedro Zappa) reaparecerá diante de Tonico (Alexandre Nero) dando um susto e tanto no vilão, com a ajuda de Pedro (Selton Mello). Em seguida, o rapaz surpreende Lota (Paula Cohen) e Lupita (Roberta Rodrigues). Mãe e filho se abraçam, emocionados. O rapaz olha a casa e fica sem entender o motivo de não ter mais quase nada, nem móveis. Momentos depois, ele recebe dona Adelaide (Ana Barroso), a dona da venda próxima à chácara em que morou com Dolores (Daphne Bozaski).

Nélio conta que foi ela o “anjo” que o salvou. “Graças a ela estou aqui, para acertar as contas com Tonico”. Lota não sabe nem o que dizer. Lupita pede para Adelaide contar como ela o resgatou. “Estranhei muito o pavor que ele ficou quando falei dos dois homens que apareceram procurando a chácara. Aquilo não saiu da minha cabeça e resolvi ir atrás...”. Nisso, surgem cenas inéditas de flashback, de Adelaide vendo Tonico empurrar Nélio no precipício e em seguida fugir com Dolores e Mercedes.

A dona da venda explica que esperou eles se afastarem e correu para o fundo do precipício, até que encontrou Nélio. Ela viu que ele tinha sinais vitais, mas estava inconsciente e com hematomas no rosto e todo o corpo. Lota a questiona como esse milagre pode ter acontecido, de ele não morrer ao cair num precipício. “As árvores que amorteceram a minha queda”, explica o rapaz. Adelaide diz que com a ajuda do sobrinho o levou para a sua casa. Um médico conhecido da família foi chamado e deu os primeiro socorros.

Dia após dia, a senhora cuidava dos ferimentos. “Seu Nélio ficou uns dias dormindo, até que acordou”, conta. Logo, quis saber quem era ela. “Sou a Adelaide, dona da venda, está em minha casa. O senhor lembra o que aconteceu?”. O rapaz faz que não com a cabeça. Ela pede para ele descansar. Um tempo depois, ele já aparece andando, com dificuldade, mas já sem hematomas. Em certo momento, ele se vira para ela e pergunta, nervoso. “Dolores! Cadê ela? E a minha filha?”. Adelaide pede para ele manter calma. “Graças a Deus! Sua memória está voltando!”, diz.

Dias depois, ele sai sozinho para procurar Dolores e a filha, até que reaparece, ardendo em febre. Adelaide o repreende dizendo que ele precisa estar totalmente recuperado para poder sair. Nélio chora. “Por favor, preciso saber delas! Por favor... pelo amor de Deus...”. A dona da venda pede ao sobrinho para sair em busca de notícias das duas, mas ninguém sabe de nada. Nessa hora, Lota se dá conta de que é avó. “Tão jovem e já sou avó”. Nélio se emociona. “Lembro da minha filha, mas não de detalhes do nascimento dela. Ficaram algumas sequelas, uns lapsos de memória e essa bengala”.

Lupita pergunta o que acontecerá se Tonico descobre que ele está vivo. Nélio conta que ele já sabe e que para se prevenir falou antes com o imperador e pediu para que ele o confrontasse com o vilão como forma de se proteger. “Agora vou ao promotor público denunciar Tonico por tentativa de homicídio. Dona Adelaide vai ser minha testemunha”. Para a sua segurança, a dona da venda conta que passará uns tempos longe na casa de uma prima, até que o malvado seja preso. Comovida, Lota abraça Adelaide. “A senhora salvou meu filho. Tudo que tenho agora é seu também!”. Lupita suspira...