Igor Jansen: “Ganhei responsabilidade, a novela é uma escola de atuação pra mim”

Intérprete do João de As Aventuras de Poliana fala de sonhos, fé e cita pais como sua grande base


  • 27 de maio de 2020
Foto: Reprodução Instagram


*Veja o vídeo da entrevista abaixo.

Desde a estreia na TV como o João de As Aventuras de Poliana, Igor Jansen vem conquistando o seu espaço com muito talento, mas também com carisma e simpatia. É difícil não se apaixonar por esse jovem cearense falante e alto astral. O ator deixou sua terra natal Fortaleza, em 2017. O convite para testes partiu do diretor da trama, Reinaldo Boury, que se encantou pelo trabalho do menino no longa Shaolin do Sertão. Desde então, ele vive em São Paulo com os pais, Emerson e Andrea, que cuidam de sua carreira. “Aqui em casa, a gente acredita muito em energia, então a gente tenta tirar energia negativa de tudo. É sempre alto astral, estamos sempre brincando e fortalecendo a fé”, disse ele, em live no nosso Instagram, nesta terça, dia 26.

Para o ator, a novela do SBT, a única atualmente original no ar, tem sido uma escola de interpretação para ele. “Eu aprendo muito. E também ganhei mais responsabilidade nesse tempo, é prazeroso, amo o que faço, mas também é um trabalho árduo”, fala. Idolatrado por um séquito de fãs, Igor sabe a importância da troca com os seguidores e também de sua responsabilidade por hoje ser referência para crianças e jovens. Brincalhão, ele diz que não tem namorada. “Eu sou fiel, eu não traio as minhas fãs”, fala ele, que mantém um canal de sucesso no youtube e em breve lançará um livro e uma música autoral. E alguém duvida que esse menino vai longe?

QUARENTENA – “Eu tô tentando manter um padrão para tentar passar esse período que a gente está vivendo de uma maneira mais positiva, mais zen. Eu tô fazendo quase tudo em família, tirando os momentos em aula, de ensino à distância, os que eu estou tocando, cantando, os meus pais estão sempre comigo. Seja lendo, vendo documentário, série, alguma coisa na TV, almoçando. Então, acho que isso está me ajudando bastante.”

MOMENTO ZEN – “A respiração é muito importante. Eu até propus para a galera a #umminutodesilencio. É como se fosse um minuto de paz, de silêncio. Eu sempre curti muito, por exemplo, num intervalo de gravação tem uma área externa no SBT e eu sempre vou para lá. Eu fico simplesmente observando. A conexão com a natureza quando vou para a praia, sento na areia, fico 10 minutos só olhando. Então eu acho que isso era uma meditação, sem eu saber que era.”

Poliana (Sophia Valverde) e João (Igor Jansen). Foto: Lourival Ribeiro/SBT

TRAJETÓRIA DO JOÃO NA TRAMA – “Todo o personagem é difícil. Você tem que encarar sempre como se fosse o melhor trabalho da sua vida. E com o João, eu tive a sorte de me identificar. Só que o João tem características que o Igor não tem. O João tem uma personalidade impulsiva, de querer brigar, isso é muito pela educação dele, tem essa desconfiança. Mas está sempre correndo atrás, o que eu admiro muito nele. O João foi um grande desafio, porque ele passou por inúmeros sentimentos, uma montanha russa. Há pouco tempo ele descobriu que não era filho da mãe dele, aquilo para um menino de 13 anos é o fim, ele não sabia o que fazer. A diretora que implicava muito com ele, é a tia dele, a única família que ele tem. E para ele se adaptar com o Bento... Aconteceu muita coisa.”

PARCERIA E QUÍMICA EM CENA COM SOPHIA VALVERDE – “Não é à toa que o público aceitou tão bem o João e a Poliana. A gente se conheceu em 2017, em Fortaleza, ela foi fazer uns testes, e desde esse dia, a amizade vem crescendo mais e mais. A gente gravava todo o dia junto, conversa pelo whatsapp, troca figurinha, brinca, a gente tem uma amizade muito saudável. Somos muito amigos, e eu acho que essa amizade vai continuar para a vida inteira, espero eu.”

O QUE MUDOU NA SUA VIDA DESDE A ESTREIA DE POLIANA? – “Eu acho que eu ganhei mais responsabilidade, porque é uma rotina dura, é prazerosa porque eu tô fazendo o que eu amo, lógico, mas é uma rotina dura. Sair de casa, trabalhar, conciliar trabalho e estudo, tem as redes sociais, alguns dias são bem cansativos. Mas isso me trouxe a responsabilidade. Eu aprendi muito nessa novela, foi uma escola de teatro, de atuação. Eu entrei de um jeito, com nível 5% de bateria e estou saindo com 70% do meu potencial. Lógico, ainda tem inúmeras coisas para estudar, porque carreira de ator é que nem médico, sempre estudando. E eu também fico feliz de trazer um pouco do nordeste para o Brasil.”

VEJA O PAPO COMPLETO NO VÍDEO ABAIXO

 

 

Thaís Melchior: “Acho que o público ficará dividido entre Luísa com Marcelo ou com Otto”

Enzo Krieger: “Fico feliz de passar uma mensagem de superação com o Luigi”

 



Veja Também